Mete a Colher - Clique e veja essa Metida de Colher

    Saiba a hora certa para morar junto com seu namorado

    09.01.15 Postado por Neguinha | Categoria: Dicas, POP

    Morar junto requer muita paciência e dedicação de ambas as partes, mesmo que o seu namoro esteja mil maravilhas e você pense que tudo vai ser como nos filmes.

    Existem alguns truques para saber se vocês estão mesmo prontos para morar junto.

    Geralmente começa assim: você compra uma escova de dente para ele, depois diz para ele deixar um maço de roupas no seu armário, depois faz uma cópia da chave da sua casa e quando vocês notam, estão morando juntos. No entanto, se mudar com o parceiro nem sempre vem de forma natural assim. Muita gente deixa isso para depois do casamento ou depois de comprar um imóvel, e acaba se surpreendendo com os desafios da vida à dois. Por mais que vocês estejam apaixonados, seus dias nem sempre serão flores.

    Para te ajudar a saber se está mesmo na hora de vocês morarem juntos, nós separamos cinco questões importantes para serem avaliadas antes de vocês dividirem o mesmo teto.

    Para a jornalista americana Rebecca Santiago, a maioria das brigas de casais começa com uma tigela suja de cereal na pia.

    Parece meio bobo, nós sabemos, mas é algo importante a ser considerado. Vocês precisam saber brigar e, ainda melhor, precisam saber terminar uma briga. A vantagem de morar separado é poder ir para casa depois de discutir e ficar sozinha, pensando até esfriar a cabeça, etc. Quando vocês moram juntos, não há para onde fugir e é preciso resolver tudo em tempo de ir dormir. Se a sua ideia é a de alguém ficar com o sofá toda vez que brigarem, talvez não seja a hora certa de morar junto. Vamos trabalhar nesses orgulhos ai!

    Avalie bem se essa decisão não está sendo apenas por conveniência. Morar junto deve envolver um mínimo que seja de planejamento, idealismo e expectativa. Se você não está mudando pela real vontade de conviver com aquela pessoa 24h por dia, mas porque o apartamento dele é mais perto do seu trabalho e vocês dois estão quebrados, lembre-se: seu namorado não é seu roommate. Ele não está lá para te ajudar a pagar o seu aluguel.

    continue lendo

    Minha esposa me traiu no passado com apenas um beijo… hoje descobri que não foi bem assim! E aí?!

    09.01.15 Postado por Neguinha | Categoria: E-mail do internauta

    8-Dicas-Para-Você-Ter-Mais-Segurança-Online-01

    Olá Neguinha e Môre.

    Meu nome é Tinho, tenho 28 anos, sou casado há 8 anos e tenho um filho. Seguinte, há 5 anos atrás começou meu problema com a minha esposa por falta de atenção, companheirismo, etc, e acabamos discutindo, ela pediu a separação e eu não aceitei, fui para a casa dos meus pais para dar um tempo à ela para pensar… nesse meio tempo, ela, achando que eu tinha outra e tinha traído, ficou com o meu melhor amigo, eu descobri na época, e fui tirar satisfação. Eles me disseram que foi apenas um beijo e nada mais, houve arrependimento e cada um seguiu seu rumo. Aceitei o fato e as desculpas de ambos e voltei para casa, ainda estou casado com ela.. AMO minha esposa e meu filho, nunca fiz mal à nenhum dos dois, e meu melhor amigo é meu sócio em uma empresa.

    No dia 01 de janeiro de 2015, consegui tirar umas verdades sobre esse assunto de 5 anos atrás da minha esposa, dizendo que eles não ficaram apenas no beijo e que rolou algo mais.. Vocês conseguem pensar como estou bravo, não pelo fato de ter acontecido algo a mais, mas pela mentira de tantos anos… a convivência … etc. Não sei o que fazer, já conversei com a minha esposa e não quero tocar no assunto com meu amigo, mas isso está me corroendo por dentro e estou há 8 dias sem saber o que fazer.. todos os dias tenho que encontrar meu amigo na empresa e conversar com ele sem que ele saiba o que está passando na minha cabeça.. podem me ajudar?

    Muito Obrigado

    Eita ferro lasqueira doida! Agora que já se passaram 5 anos, acho que nem vale mais a pena fazer quizumba com o seu amigo... mas com sua mulher sim! Não deixe isso passar em branco, faça ela sentir o peso da decisão errada que ela tomou no passado, fique frio com ela, dê uma distanciada... faça com que ela tente correr atrás do prejuízo! Acho que não é mais o caso de terminar o casamento, mas também não é algo que se deva deixar passar em branco! Imagino a angústia de ter que reviver esse sofrimento todo agora, não é fácil... mas pense se o sofrimento seria maior!

    Ah não cara, a mulher já teve uma chance pra fazer a coisa certa e agora vem com essa bomba?! Meu velho, não sei nem se eu seria uma boa pessoa para pedir conselhos no seu caso... eu não conseguiria ser tão evoluído ao ponto de colocar uma pedra em cima do passado! No passado foi um beijo, hoje foi algo mais e no futuro, o que será?! Pense nisso...

    Por que eu amo mais o meu namorado do que ele?

    08.01.15 Postado por Neguinha | Categoria: Dicas, Felipe Batista

    image

    Nesse texto, me proponho a responder a pergunta, “por que eu amo mais o meu namorado que ele?!” Gostaria de agradecer a duas pessoas no grupo (Mete a colher Brasilia) que me ajudaram com trocas de experiências pelo assunto o Alexandre Porto e a Thaynnara Kristinna.

    Deixo bem claro que esse questionamento pode ser tanto do homem ou da mulher, não existe gênero. É bastante comum refletir e questionar, o que se vive, repensar em certas atitudes no relacionamento, tentar conversar e fazer a manutenção desses problemas. Uma vez que se eles estão bem resolvidos, ficamos mais confiantes em qual rumo ele levará.

    Antes de falar de amor, é necessário defini-lo. O meu conceito favorito de amor é o do Oscar Wilde, “Amar é ultrapassarmo-nos”. Ao analisar esse conceito, percebe-se que amar é sair da sua zona de conforto, não basta apenas se entregar ou se doar, mas fazer coisas que nunca faria, se não estivesse amando, dar além do seu limite, se exceder… Portanto, acredito fortemente, se o amor não for insano, não é amor.

    Muitos poetas relatam, que tudo vale a pena por amor, por exemplo, Friedrich Nietzsche defende a ideia que , “Aquilo que se faz por amor está sempre além do bem e do mal” e Oscar Wilde tem a mesma linha de raciocínio “Não peca quem peca por amor”. Uma vez que já esclarecemos os conceitos de amor, pode-se ir a segunda parte do texto, como medi-lo e as soluções para esse problema.

    Será que existe um jeito efetivo de medir o amor no relacionamento ou não?! Por exemplo, eu o amo 70%, porém ele só me ama 50%. Eu tenho a fórmula mágica de medir o amor, aprendi com grandes escritores. Vitor Hugo disse “a medida do amor é amar sem medida” e William Shakespeare “É um amor muito pobre aquele que se pode medir ”. Depois de conceituar o que é amor e como medi-lo, podemos esclarecer esse problema, e propor duas possíveis soluções:

    Farei a analogia do amor com um remédio que se compra em uma farmácia. Você já pensou se a reação do amor, fosse como uma reação de um remédio? Algo uniforme que todos sentissem e se comportassem da mesma maneira. O amor perderia a sua mágica, pois o que mais me fascina nele, é o seu poder de transformar o próximo. Agora você me pergunta, se ele transforma como eu disse, por que amamos de modo diferente? Se eu compará-lo ao mar. Alguns ao amar, se jogam de cabeça nesse mergulho, pra poderem aproveitar o máximo desse sentimento, porém outros são mais cuidadosos e colocam um freio nos sentimentos, e vão se permitindo aos poucos. Consequentemente, uns amam mais que outros.

    Como ter certeza de que um ama mais que o outro, se cada um age de modo diferente?! Muitos se esqueceram de que o amor é invisível aos olhos, apenas visível ao coração. Baseado no texto Menestrel de William Shakespeare, você entende que alguém não necessariamente não te ama, se ela não te ama como você quer, que não significa que ela não te ama com tudo o que pode, pois nem todos sabem demonstrar isso.

    Eu sei que é bastante complicado não ser reconhecido, achar que alguém não se empenha em te agradar, ou que poderia, se esforçar um pouco mais. Uma vez que você demonstra muito cuidado pelo relacionamento e carinho por ele, e não é retribuído. Um desses problemas não é nem a pessoa, mas nós mesmos, pois projetamos alguém perfeito que não existe, e ficamos cheios de expectativas. O filósofo oriental, Sidarta Gautama, acredita que o sofrimento é causado pelas frustrações dos nossos desejos e expectativas, pois o homem é muito egoísta e está sempre em busca do seu próprio gozo e satisfação.

    Um dos segredos para aliviar essa dor, de acordo com o Alexandre Porto, administrador do grupo do mete a colher Brasília, a pessoa tem que frear mais esse sentimento, e parar de dedicar-se tanto a pessoa, procurar um passatempo que ela gosta, ter outras prioridades, tornar-se mais interessante, deixar a pessoa sentir a sua falta e ir atrás de você.

    ******

    O outro problema é quando temos essa sensação da pessoa amar menos e ela nem gostar, o que é super frustrante, pois você pode fazer mundos e fundos por ela e não ser reconhecido, pois ela não dá a mínima para o que você sente, além de não ser prioridade vê-lo feliz.

    Até cair a ficha que palavras e atitudes não são garantia de nada, como Shakespeare definiu, “beijos não são contratos e presentes não são promessas”. Não existe nada mais fácil de dizer do que um “eu te amo” de boca pra fora, nem atitudes para iludi-la. Não se engane, nem iluda com qualquer gesto, pois nem sempre é amor.

    Retomando o texto Menestrel, Shakespeare também descreve um pouco as pessoas que não nos amam, mas estamos muito cegos para perceber. “E aprende que, não importa o quanto você se importe, algumas pessoas simplesmente não se importam…E aceita que não importa quão boa seja essa pessoa, ela vai feri-lo de vez em quando e você vai perdoá-la por isso”

    ********

    Bom, se os amores de vocês já se queixaram desse problema, acho que não custa nada, se esforça mais um pouquinho para tentar agradá-lo, não há nada mais bonito do que ver o outro empenhado em nos fazer feliz. Portanto, como Sthendhal definiu, só existe uma lei no amor; tornar feliz a quem se ama. Ao saber que somos amados, tornarmos tão mais forte, só de saber que alguém estará lá para te apoiar, sempre que precisar. Alguém pra compartilhar as suas alegrias e frustrações, por mais que as pessoas estejam desacreditadas no amor, você pode ser um exemplo, que ele existe, sim! Platão defende “Só pelo amor o homem se realiza plenamente”. Como deixar de acreditar no amor?

    Para aqueles que não amam, te dou duas opções: se entregue, tente olhar a pessoa com outros olhos, acho tão bacana, ter do meu lado alguém que, queira me fazer feliz, isso é tão raro hoje em dia, dedique-se a fazê-la feliz também. Se não existe interesse em fazer a outra pessoa feliz, pelo menos, não a machuque, abra o jogo e seja honesto. Eu não perderia o meu precioso tempo com alguém, que não me ama. Tenho plena consciência que um dia a mais com o cara errado, é um dia a menos com o cara certo.

    Espero ter ajudado e a esclarecer o tema. Se você gostou do texto, não se esqueça de meter a colher e compartilhá-los nas redes sociais. Quem quiser conhecer mais sobre mim, acompanhe o meu Instagram @lipe_batistaa.

    felipe-batista

    Namoro há 1 ano, continuo virgem e frustrada!

    08.01.15 Postado por Neguinha | Categoria: E-mail do internauta

    impaciente2

    Oi neguinha e more, tudo bem?

    Eu e meu namorado somos virgens, tenho 18 anos e ele 20, namoramos faz já um pouco mais do que 1 ano. Indo direto ao assunto… Não aguento mais ser virgem, tenho uma vontade incontrolável de fazer sexo e já tentei TUDO que esteve ao meu alcance, mas NADA deu jeito. Se eu não tomo partido RARAMENTE ele toma. Não me sinto desejada por ele em momento algum, e já deixei claro: namoro sem sexo para mim é amizade. Sempre que tive a oportunidade partir para o ataque mas nada saiu das preliminares e quando ele faz algo comigo se cansa fácil e para, resumindo vou embora explodindo de vontade. 
    Minha imaginação sexual é muito criativa e tenho muitos fetiches e gostaria de alguém que tomasse partido e quisesse me agradar na cama. As vezes acho que não tenho mais forças para continuar e penso em partir para o primeiro que pode me suprir mas não acho que eu consiga, pois o amo muito.
    Joana

    Ainnn... que lindinhos! Tadinho dele, eu acho que deve tá inseguro e tal. Pare de fazer pressão nele Joana, primeiro de tudo chame ele para uma conversa e exponha suas angústias, deixe que ele saiba o desejo que sente por ele e fale de suas necessidades físicas com relação ao sexo! Eu sempre digo que não acho legal combinar uma transa, mas no seu caso pode ser a solução... escolham uma data especial e prepare a noite igualmente especial de acordo com os recursos que vocês tem. Mas é claro que antes da preparação, você tem que saber se é um desejo dele perder a virgindade nesse momento, nunca se sabe, mas talvez ele prefira se guardar para o casamento, né?! Boa sorte!

    Ihhh não! Que namoradinho mais fresco! Até parece uma menininha indefesa e assustada com o seu assédio! Na boa Joana, se até hoje o cara não tomou uma iniciativa... não acho que vai mudar. Afirmar com certeza os motivos dele, seria como jogar na mega sena e ganhar... mas eu apostaria na boiolagem! kkkkkk Nem eu que perdi a virgindade com 19 anos fui tão "passado"! Se tivesse as oportunidades que ele tem... ahhhh você estaria escrevendo um e-mail pedindo conselhos sobre o que fazer com seu namorado safado e taradão! ahahahah Sugestão de hoje: Sai dessa! Não precisar dar para o primeiro que passar, mas se abra para conhecer rapazes mais experientes... se precisar, estou aqui! eheheheh

    Eu...

    Loading ... Loading ...

    CIGARRO ELETRÔNICO SALVOU MEU CASAMENTO

    07.01.15 Postado por Neguinha | Categoria: Canal Mete a Colher

    brasil_sem_cigarro

    É de extrema importância que a Anvisa reveja sua posição com relação ao cigarro eletrônico. O comercio já está liberado em toda a Europa e Estados Unidos e seus benefícios são completamente comprovados por todos que tentaram e conseguiram parar de fumar devido ao uso dos cigarros eletrônicos.

    Quando for percebido, aqui no Brasil, que a proibição do cigarro eletrônico trata-se de uma manobra de protecionismo à indústria de cigarros e fabricantes de medicamentos repositores de nicotina TRN, como foi percebido nos EUA e Europa, a resolução RDC46 da ANVISA será, judicial e democraticamente revogada pelos poderes constituídos.

    Milhões de fumantes querem comprá-lo, aplaudidos por milhões de não-fumantes, só não enxerga quem não quer. Vivemos, agora a ditadura ou a inquisição sanitária?

    CLIQUE AQUI PARA ASSINAR!

    Sou um namorado moleque e não sei o que fazer para mudar!

    07.01.15 Postado por Neguinha | Categoria: E-mail do internauta

    20140729namorado-infantil-sh

    Eae gente, tudo bem?

    Assim, minha história é muito parecida com a da moça que escreveu pra vocês falando do namorado moleque dela e que recentemente enviou outro email falando sobre a atitude que ela tomou e como ela está… Só que no meu caso eu sou o namorado moleque. 
    Eu namoro há 4 anos, mas não sou tão velho quanto o da moça em questão, tenho menos de 20 anos. A moça falou no texto dela que sentia que amava o namorado, mas que o cara mesmo sendo “atencioso” era irresponsável, que tinham química no início, mas que agora ela estava perdendo o tesão, que o cara não tinha muita criatividade e que já estava cansada de conversar com ele, que ele só fazia as coisas quando ela pedia… enfim, tudo isso a minha namorada me falou da mesma forma que a moça falou pra vcs, ela até me mostrou o post e disse que estava se sentindo da mesma forma.
    Minha namorada sempre conversa comigo e eu nunca consigo ter uma mudança significativa, não amadureço, mas mesmo com essa atitude de moleque eu sei que ela é realmente importante pra mim, além de minha namorada é minha melhor amiga e a minha relação com ela costumava ser maravilhosa, mas depois de diversas discussões sobre esse mesmo assunto a relação, principalmente na parte dela, foi ficando desgastada e hoje nós não somos nem a sombra do que éramos.
    Pois é, eu acho que esse tipo de história acontece muito e eu já vi muitos relatos, mas nunca vi ninguém falando o que o cara deveria fazer se quisesse sair dessa situação e é isso que eu venho perguntar pra vocês, o que eu devo fazer para ser mais maduro, para tomas as rédeas do meu relacionamento e exercer o papel de homem que a minha namorada sempre se queixa por sentir falta?
    Agradeço pela ajuda de vcs desde já e espero que vocês me respondam o mais rápido possível, pq o aniversário dela está muito próximo e eu sei que essa é minha ultima chance. 
    Valeu e fiquem na paz. Abraço.

    Ah rapazzz... cuidado heim! Namorado infantil pode até ser engraçadinho no começo, mas logo logo enche o saco! O que me deixa um pouco feliz é ver que você pelo menos acatou as críticas de sua namorada com maturidade... e isso já um ótimo começo! Fica um pouco difícil dizer exatamente que atitudes você deveria mudar, pois só sua namorada pode falar com precisão quais são essas atitudes e quais as expectativas dela. Sendo assim sugiro a tirar um momento de reflexão para se recordar dos momentos em que ela reclamou com você. Mas falando sobre a minha experiência... por exemplo, o Môre pode até ser brincalhão e bem humorado - o que é diferente de infantil/imaturo - mas ele tá sempre com as rédeas nas mãos quando se trata de "assuntos sérios e adultos", tomando conta para que tudo funcione direitinho na questão administrativa do lar! Chegando ao ponto de me incomodar um pouco por fazer eu me sentir "sem responsabilidades"! Ele toma conta de mim, toma a frente de vários problemas e resolve! Sugiro que comece parando de fazer piada de tudo, se ela sente falta de romance... a solução é simples! Vai parecer meio forçado e artificial no início, mas com o passar do tempo será natural/espontâneo!

    Cara, primeiro pare de esperar que os outros resolvam seus problemas e leve a vida um pouco mais a sério... com humor leve... faça com que ela sinta que você tá tomando conta dela, protegendo e ajudando a solucionar os problemas... lembre-se de que vocês devem somar como casal! Peça a ela que lhe fale como exatamente gostaria que fossem suas atitudes. Não existe uma lista de atitudes que poderia lhe servir 100%, isso é muito particular e muda demais de casal para casal. Infelizmente preciso dizer mais uma vez que conversar é a melhor saída, não fique tentando adivinhar com ela gostaria... pergunte e peça paciência a ela! Mas só pra você ter uma ideia de como é chato um moleque... assista ao vídeo do nosso parceiro "Só 1 minuto"!

    Vou contratar um garoto de programa, não trepo tem 3 anos. Será que é pq sou gorda?

    06.01.15 Postado por Neguinha | Categoria: E-mail do internauta

    post1-6

    Queridos, 

    Vcs são lindos, amei conhecer o canal de vocês.
    Engordei e não consigo pegar ninguém tem mais de 3 anos que não trepo. Queria uma luz, pois vivo um conflito horroroso. Após o nascimento da minha filha engordei e hoje não transo com mais ninguém porque morro de vergonha do meu corpo, pesava 58 hoje peso 98 e tenho 1,60, tenho 39 anos. Sempre vejo o More falar que homem não olha essas coisas, mas olha sim, por que então não atraio mais olhares na rua e não recebo cantadas? No fundo os homens querem uma mulher para exibir para os amigos, sinto isso na pele. Nesse período consegui emagrecer 25 kilos, fiquei ótima, e voltei a ser assediada,  mas acabei engordando de novo. Será que é coisa da minha cabeça? Queria ter uma vida sexual ativa , mas não consigo e tenho a sensação que por isso até minha feminilidade e capacidade de atrair alguém fica prejudicada. A verdade é que não consigo me ver como uma mulher desejável. Para quebrar esse ciclo vicioso tava pensando em até contratar um garoto de programa.
    Queria a ajuda de vocês, enquanto não soluciono esse problema na minha cabeça, pois por conta da ansiedade acabo comendo mais e não consigo perder peso, para isso já faço analise com um psicanalista, comecei uma dieta hj e devo levar uns 6 meses para perder esse peso, na verdade não preciso voltar para os 58, uns 65 já vai me deixar bem melhor e com a feminilidade e auto estima renovados.
    Feliz Ano para vcs!
    Aline

    Aline, entendo perfeitamente sua linha de raciocínio e sentimentos... eu mesma vira e mexe passo por alguns momentos como você, a história se repete... após o nascimento da minha segunda filha fiquei com a auto estima destruída e até hoje não voltei ao meu peso anterior. Mas nesse meio tempo começei a trabalhar um pouco essas mudanças em minha cabeça, passei a aceitar que os anos se passam e que o corpo da gente também muda! Não que eu tenha me conformado em ser gordinha, mas hoje consigo perceber que existem coisas mais importantes e que nem sempre estou afim de abrir mão de algumas gordices para manter a forma! Mas sim, isso ainda me pega em alguns momentos fracos.. mas essa é a vida! Nem tudo é fácil e muito menos perfeito! Talvez o que agrave um pouco sua condição é justamente o que temos de diferente... um parceiro! Confesso que se tivesse que começar um relacionamento do zero, estaria enfrentando os mesmos "monstros" que você! Minha dica é que faça como eu fiz quando me separei e estava bem acima do peso... apenas pare de "caçar" e não pense muito no assunto, procure fazer coisas que te deixam feliz que dessa forma você perderá peso naturalmente! Ter um parceiro é demais... mas ser solteira também é do car@lho! kkkkkk Quer contratar o garoto só pra dar uma quebrada?! Vai fundo e nos conte como foi! kkkkkkk

    Pare com isso... não é sua forma física que deve tá afastando os caras não, é sua a-ti-tu-de! Tenha uma postura diferente, não aceite o papel de vítima e nem de "feia"! Levante essa cabeça, aproveita que tá na fartura de peitos e bunda e empina! Lasca um salto, se arrume e "se sinta", para que os outros sintam sua potência também! Transmitir a mensagem errada aos outros e esperar um resultado diferente é burrice! A beleza de uma mulher começa na cabeça dela mesma, o corpo é só um complemento! Como alguém poderia te achar gostosa, bonita e interessante, se nem mesma você se acha?! Pense nisso gordelícia!

    Eu...

    Loading ... Loading ...

    Como fazer o namoro sobreviver às férias

    06.01.15 Postado por Neguinha | Categoria: Dicas, Portal POP

    No fim do ano, muitos namorados têm planos separados. Mas e aí, como fazer com que o namoro dure mesmo longe um do outro? Vem ver com a gente!

    Você tá de rolo com um boy e chega o fim do ano – momento tenso! Vocês não vão mais se ver com tanta frequência assim, cada um vai viajar com a sua família ou seus amigos… Surge a questão: como fazer o namoro sobreviver às férias?

    1namoroferias

    Apesar da sua viagem pra praia estar incrível, sempre vai ter um tempinho mais susse pra vocêmandar um whats e perguntar como ele está. Não é porque vocês estão longe um do outro que vão parar de se falar completamente.

    2namoroferias

    Por outro lado, tome cuidado pra não ficar muito em cima. Ele tá curtindo a viagem com os parentes ou amigos dele e às vezes não vai poder falar com você mesmo. Espere um momento mais tranquilo pros dois, ideal pra por em prática o próximo tópico.

    3namoroferias

    Dizem que a felicidade não é completa se não for compartilhada. Curtiu um por do sol incrível, viu golfinhos no mar? Conte pro boy! Ele também vai ter histórias divertidas sobre o dia dele pra dividir e vai ser quaaaase como se vocês tivessem juntos <3.

    continue lendo

    Meu marido toca nhenhetas descontroladamente e eu fico aqui… só!

    05.01.15 Postado por Neguinha | Categoria: E-mail do internauta

    mt_masturbacao (1)

    Olá, preciso de uma ajudinha, não aguento mais o meu marido… todo dia ele tem que bater uma punhetinha, pior de tudo nem me respeita mais! Tô deitada ele so espera dormir e la vai..final de semana fica trancado no quarto e lá vai de novo… agora pra ficar comigo nossa e uma vez no mês… não sei oque fazer pra ele! É normal fazer isso?  helppp não sei que fazer!

    Olha só, se não fosse pelo baixíssimo "comparecimento"  do seu marido ao ser intimado para uma rala e rola gostoso... eu diria para você deixar de neura e não se preocupar com as nhenhetas dele, mas... assim como está acontecendo realmente não dá pra levar o casamento! Conversar é sempre bom, geralmente a melhor saída... mas acho um pouco revoltante a esposa ter que colocar o marido contra a parede pra questionar as nhenhetas! Então ao invés de me submeter a essa pequena "humilhação", eu tentaria dar o troco na "mesma moeda", vou explicar melhor... faça com que ele entenda que você anda se virando e muito bem sem ele, deixe ele perceber que não faz falta com relação ao orgasmo... mas não seja tão descarada pra não parecer que tá de birrinha, ok? Acho que no momento em que ele se der conta de que é descartável, o medo de ser dispensado vai fazer com que ele mude de atitude! Muitos dirão que ele não te ama mais e blá, blá, blá... mas nem sempre é o que parece de primeira, isso pode tá acontecendo por puro comodismo dentro do relacionamento.

    É, pelo visto vou ficar com o blá, blá, blá... não entra na minha cabeça o cara ter em casa uma mulher que ama e disponível... e por opção preferir mandar um 5 contra 1! Isso é sem sombra de dúvidas falta de interesse, falta de amor, traição ou falta de tesão! Não saberia dizer ao certo o motivo... mas antes de chamar o meliante para uma conversinha básica, tentaria recapitular os momentos importantes do casamento. Por exemplo, será que ele anda dando umas sumidas ou tendo atitudes suspeitas? Será que - me desculpe o linguajar - você não deu uma "embarangada" e o cara ficou sem tesão?! E a vida financeira? Como anda?! Muito estress?! Enfim... se prepare antes da conversa para ter condições de contra-argumentar e não se assustar com alguma revelação...

    Eu...

    Loading ... Loading ...

    5 ideias que elas têm vergonha de pedir ao parceiro

    05.01.15 Postado por Neguinha | Categoria: Dicas, Notícias por aí

    Usar brinquedinhos durante o sexo é um dos desejos delas…

    casal_cama_pes_juntos_paula_paricio

    As fantasias que tomam conta da mente de homens e mulheres nem sempre são reveladas. Apesar do intenso momento de intimidade proposto na hora do sexo, há alguns desejos que a mulher não revela, por pura vergonha…

    Curioso para saber o que se passa na cabeça das mulheres, o blog “The Frisky” fez uma lista com os pedidos que as parceiras deixam só na imaginação:

    1 – Massagear o ânus do parceiro: segundo o blog, a mulher omite esse desejo por achar que o homem não vai gostar, por medo de encontrar resquícios de fezes e por ter medo de machucar. Independente das barreiras, o certo é sempre pedir e jamais surpreendê-lo.

    Ai meninas… vergonha de pedir autorização para brincar com o furíco do Môre eu não tenho não! Mas confesso que quando fico enchendo o saco dele com esse pedido… isso não passa de uma brincadeira! Juro que se um dia ele falar… “vai lá minha Nêga safada, dá uma dedada!” eu não teria coragem! kkkkk Primeiro por não achar que a área não é nada atraente pra mim e segundo por medo da sujeira! kkkkkkkk E vocês? O que pensam realmente sobre o assunto?! Me conta lá nos comentários!

    2 – Ser delicadamente sufocada: sabe aquela história de ser dominada, de o cara pegar no seu pescoço para mostrar quem manda? Há mulheres que adoram! Mas neste caso cabe o mesmo comportamento adotado na primeira situação: questione o parceiro primeiro! E, juntos, encontrem a intensidade certa deste ato de dominação.

    Oxi! Não sei se sou porra loka ou se essa lista tá realmente meio fraca… pois dessa fase já passamos e inclusive nos rendeu altas risadas na cama no pós sexo! kkkkkkkk 

    3 – Usar lingerie durante o sexo: que mulher não gosta de caprichar na peça íntima para surpreender os parceiros? Mas, segundo o blog, eles gostam mesmo é da mulher nua… Então, se a parceira faz questão ficar pelo menos com uma das peças, uma ideia é demorar mais tempo para tirá-la ou, ainda, levar o rapaz junto na hora de comprar as peças. Assim ele saberá a importância da lingerie para a mulher.

    Engraçado… taí uma coisa boba que sou tímida! Não sei se isso seria por conta da insegurança com o corpo, talvez, né?! Acho que sou do avesso…

    4 – Ser xingada e ouvir sacanagens. Há mulheres que adoram ser chamadas de “vagabunda”, “prostituta”, ou de chamar o parceiro de “papai”. A regra aqui é a mesma: pergunte! Procure saber se ele gosta, para não assustá-lo e deixar a situação constrangedora.

    kkkkkkk… quem é que nunca pediu para ser chamada de “vadia-safada-escrota-da-porra”?! Tô me questionando por que resolvi postar essa lista aqui… enfim, nem todas somos iguais!

    5 – Usar brinquedinhos durante o sexo. Algumas mulheres têm medo de incluir um vibrador na relação sexual, mas confessam que morrem de vontade. E como há parceiros que se sentem intimidados com o aparelho – medo de não conseguir dar prazer na mesma intensidade – o jeito é perguntar se eles não se importam e se querem participar da brincadeira. Que tal?

    Bom, o que eu poderia dizer sobre o assunto, tendo em vista que faço resenhas de produtos eróticos para vocês e que já elegemos – o casal – o famoso Rabbit como nosso preferido?! kkkkk É, acho que somos um casal bem pra frentex… mas como vocês puderam constatar pelas dicas na lista, o mais importante de tudo é a conversa, a intimidade… minha vida sexual jamais seria como é hoje se não houvesse a intimidade que temos e a liberdade para conversar sobre qualquer assunto sem o medo do julgamento… se ainda se sente insegura para conversar sobre suas fantasias, talvez seja por que vocês ainda não possuem tempo suficiente juntos… paciência e dedicação é importante até que se sinta a vontade para se abrir com o parceiro! 

    Conte pra gente nos comentários quais são os pedidos que mais lhe causam constrangimento…

    Fonte

    Comédias românticas que os homens podem gostar de assistir

    03.01.15 Postado por Neguinha | Categoria: Dica de Casal, POP

    Confira a nossa lista de filmes que seu peguete/namorado pode realmente gostar.

    Namorar também significa ceder na hora de ver um filme em casa. Mas e quando chega o dia em que você não quer ver explosões de um “Robocop” da vida e muito menos assistir ao água-com-açúcar chamado Nicholas Sparks. O que fazer?

    Brigar não é uma boa ideia…

    O Divando selecionou alguns filmes que podem agradar tanto a você quanto ao peguete/namorado. Confira os títulos engraçados, com pitadas de drama, para curtir nos dias preguiçosos:

    1

    Também chamado de “Say Anything”, esse filme foi o primeiro a transformar comédias românticas em filmes realmente legais, com jovens, uma linguagem coloquial e sem dramas excessivos. Foi dirigido pelo John Hughes, o mesmo de “Curtindo a Vida Adoidado” e “O Clube dos Cinco”.

    Lloyd (um John Cusac bem novinho) completa o ensino médio e não tem perspectiva de futuro. Ele é apaixonado pela garota mais linda e talentosa da escola, que está de viagem marcada para a Inglaterra. O jovem fará de tudo para conquistá-la, mesmo tendo que lidar com o pai protetor dela. (Reprodução)

    Lloyd (um John Cusac bem novinho) completa o ensino médio e não tem perspectiva de futuro. Ele é apaixonado pela garota mais linda e talentosa da escola, que está de viagem marcada para a Inglaterra. O jovem fará de tudo para conquistá-la, mesmo tendo que lidar com o pai protetor dela. (Reprodução)

    Pode parecer um roteiro clichê, mas o desenrolar da história é leve e engraçado.

    1

    A química entre Adam Sandler e Drew Barrymore, vista em “Como se Fosse a Primeira Vez”, começou nesse filme onde ele interpreta um cara romântico que foi abandonado no altar – e tem que lidar com o trabalho de ser cantor de casamentos e viver rodeado de romances. É claro que tudo muda quando ele conhece a mulher de seus sonhos, no entanto ela já é comprometida. Será que ele vai tentar conquistá-la?

    continue lendo