Mete a Colher - Clique e veja essa Metida de Colher

    Tenho ódio da minha irmã! Sou doente, mentirosa e invento calúnias contra os outros.

    26.10.16 Postado por Ísis Toth | Categoria: E-mail do internauta
    imagem Shutterstock

    maldosa

    Quem sabe ao menos aqui posso mostrar quem eu realmente sou? Vou me identificar como Pamela, tenho 35 anos e uma vida de fracassos, frustrações e muita raiva de todos que me cercam.

    Sei que vocês vão me julgar, mas desafio qualquer um aqui a provar que nunca sentiu ao menos um dos sentimentos que passo a descrever neste relato. 

    Desde criança sempre tive um ódio mortal da minha irmã. Até ela nascer era tudo meu, a atenção da minha mãe, do meu pai e dos meus avós, os presentes dos parentes o quarto todas a roupas. Quanto essa maldita nasceu minha vida se transformou em um inferno. Já não recebia o mesmo amor dos que me cercavam e para completar ela era muito mais carismatica que eu.

    Minha irmã sempre foi a queridinha, mais bonita, sempre teve as melhoras notas na escola, sempre foi a melhor em tudo que fez, sempre namorou os caras mais bonitos e cobiçados. Apesar de todo esse poder, ela sempre foi humilde e amada por todos e com uma conduta impecável. Isso tudo para triplicar o ódio mortal que sinto por ela. Não posso dizer que ela é uma pessoa ruim que sempre me prejudicou e roubou o que é meu, a ruim da história sou eu e tenho plena certeza disto.

    Sempre tive o aspecto de menino, desajeitada, sem charme, nada atraente aos olhos do sexo oposto. Também nunca fui brilhante na escola, sempre passei de ano raspando, arrumava briga na sala de aula e sempre fiquei na turma dos bagunceiros e problemáticos da escola. Demorei muito para beijar pela primeira vez e perdi minha virgindade com um idiota quando já estava com quase 20 anos.

    Cresci destilando ódio. Já descosturei roupas que a minha irmã usaria em festas importantes, impedindo-a de ir até mesmo na formatura do então namorado. Já manipulei situações para que ela saísse prejudicada, já inventei calúnia contra amigos dela, só pelo prazer de ver ela chorando e a amizade desfeita. Já roubei a senha de redes sociais dela e fiz várias postagens ofensivas e contra os melhores amigos dela. Apesar de desastrada aos olhos dos meus pais, uma arte eu sempre dominei a da dissimulação. Manipulava situações até criar o caos na minha casa até a família inteira discutir na noite de natal por exemplo. Na infancia cheguei a colocar detergente no box do banheiro para minha irmã se machucar, mas quem foi tomar banho foi o meu primo que não sei porque se quebrou inteiro, pois ele também merecia. Quando ela era menor eu passava pimenta na chupeta dela e destruia seus brinquedos favoritos de propósito.

    Com o tempo fui descobrindo que fazer tantas maldades só diminuía minha infelicidade momentaneamente e passei a usar cocaína para me sentir viva, também abusava de bebidas alcoólicas, tinha múltiplos parceiros sexuais, passava dias fora de casa, não parava em trabalho algum, nem sei como consegui me formar em Direito, mas nunca consegui passar na porcaria da prova da OAB, enquanto minha irmã já está se preparando para ser juíza, pois é claro que ela escolheu a mesma graduação que eu e para coroar é uma ótima advogada. Eu tenho uma lojinha de importandos que mal paga as próprias contas, nunca exerci a profissão e não tenho esperança que isso um dia vá acontecer.

    Após um tempo de vida desregrada, comecei a fazer tratamento, tomo antidepressivos o que apenas me impede de causar uma tragédia e me matar, mas não melhora em nada a minha vida e sensação de sempre estar para trás. Sempre manipulo situações e me faço de coitada para conseguir o que quero e toda a clareza que tenho quanto a todas as minhas falhas de caráter foi adquirida após anos de terapia, apesar de saber que sou doente, não consigo fazer nada para mudar isso e tudo que faço é lidar diariamente com essa pilha de lixos sem que as pessoas que estão ao meu redor saibam.

    Nunca tive amigos verdadeiros, nunca consegui amar um homem de verdade e nunca fui amada por ninguém, nada prospera nas minhas mãos, não posso ter filhos,  nem as plantas ficam vivas perto de mim e gatos me odeiam, já fui atacada por um na praia e fui parar no hospital por isso. Acho que ele percebeu a nuvem negra que carrego em cima da minha cabeça e o que é pior, não tenho esperança que essa situação mude, aprendi a ser assim, aprendi a trapacear em tudo e não sei ser diferente. Apenas tomo meus remédios para doer um pouco menos em mim e para que eu não machuque ninguém e limite minhas maldades apenas no âmbito psicológico, torturando os outros com minhas intrigas, mas não me importo se meus pais e familia vão sofrer, isso realmente não me abala, não me impressiona e a morte para mim é algo banal e sem a mínima importancia, na verdade tenho vontade de gargalhar cada vez que vou a um velório. Queria morrer logo, nunca tive coragem de tirar minha própria vida, sou uma covarde e nem isto consigo concretizar na minha vida!

    Isis, o objetivo de escrever para vocês é compartilhar a minha história e despertar muitos julgamentos neste povo hipócrita que se faz de santo. Me xinguem bastante, mas saibam tudo que sinto também está dentro de vocês, mas vocês preferem olhar o que tem nos outros.

    Apenas uma reflexão:

    A maioria das pessoas do mundo contemporâneo têm traços de pervesão, psicose, esquizofrenia, psicopatia, entre outras coisas. A qualquer momento tais traços podem progredir para uma patologia importante e a comprovação disto está nas manchetes dos jornais que mostram, suicídio, homicídios, genocídios, corrupção, megalomania, e tudo mais que vocês já estão mais que acostumados a engolir diariamente como se fosse algo normal. É surpreendente como a sociedade coloca toda essa sujeira embaixo do tapete como se nada tivesse acontecendo. Por isso o acompanhamento profissional é tão importante, mesmo para aqueles que acreditam que possuem a saúde mental em perfeito estado e que psicologo e psicanalista e coisa para gente louca.

    O  prazer que a leitora teve em expor a própria história,  em nada é diferente do prazer que as pessoas tem em fazer fofocas, denegrir a imagem alheia, fazer piadas racistas e homofóbicas nas redes sociais e disseminar más notícias dando foco sempre para a tragédia e para a destruição.

    Usar o anonimato para destroçar a reputação e o trabalho das pessoas (haters), defender determinadas verdades desrespeitando a verdade dos outros, levantar bandeiras megalomaniacas e induzir os outros a fazer o mesmo, mentir para conseguir o que quer, ser corrupto, usar as pessoas nas relações afetivas; Tudo isso em nada se difere da perversão que  a nossa amiga acabou de descrever, portanto, não se apressem em julgar.

    Temos um prazer quase que orgastico no mal quando, na verdade,deveríamos ter prazer no sexo, no trabalho e em atividades construtivas para deixar a humanindade menos miserável do que está. A história exposta aqui é apenas uma amostra da triste realidade em que todos nós nos encontramos.

    Esse é o tamanho da inversão humana, todos em maior ou menor grau tem um pouco do que a nossa amiga Pamela acabou de contar aqui, ainda assim, quando nos deparamos com uma história que traz fatos tão explicitos e contundentes nos colocamos na posição de juizes.

    A reflexão de hoje é : Onde na nossa vida estamos agindo como a Pamela?

    E que não tenhamos medo de olhar para isso, admitir e buscar ajuda enquanto há tempo!

    perfil isis 2

    Não temos compromisso teórico com qualquer abordagem psicanalítica ou corrente terapêutica. Não fazemos análise ou praticamos qualquer método de tratamento através das sugestões e opiniões aqui postadas. É de responsabilidade de cada internauta procurar ajuda profissional  para si e seus familiares e não cabe ao colaborador deste blog traçar perfis psicológicos ou dar quaisquer diagnósticos através das opiniões aqui expostas.

    1. Laura
      26/10/16

      Deus nas nossas vidas. Sem julgamento, sem crítica e sem ódio.

    2. Tatiane
      26/10/16

      Globo contrata esta moça. Depois de ler tanta negatividade terei que passar o resto do dia com pensamentos positivos para limpar minha mente do que acabei de ler.
      Pelo menos vc está se tratando. Leia o livro the secret. Felicidade,amor,gratidão gera felicidade,amor, gratidão. Tristeza, ódio desejar o mal ao proximo gera tristeza ódio e o mal ao próximo. SEMELHANTE ATRAÍ SEMELHANTE.
      Uma dica básica: procure todo tratamento possível e continue se tratando. E faça o bem para gerar o bem. Se ame se cuide seja uma pessoa melhor a cada dia. Tenha Deus no seu coração ame ele. Torço para que vc se arrependa de todo mal e que se livre dele enquanto é tempo. Sei que não quer conselho, mais ja que veio aqui vou dar minha opinião. Abraços.

    3. Teod
      26/10/16

      Embora ninguém possa voltar atrás e fazer um novo começo, qualquer um pode começar agora e fazer um novo fim.

    4. Raquel
      26/10/16

      Olá Pâmela..
      Que bom que vc foi verdadeira, mesmo utilizando o anonimato. Continue firme no tratamento, mesmo que aparentemente os resultados nao sejam visíveis. Creio que uma alternativa para vc melhorar sua conduta e pensamento seria buscar algum hobbie que vc tenha, dedicar-se a algo que te dê prazer, de modo a afastar seus pensamentos tão negativos. Além disso, buscar uma religião pode ser uma alternativa, seja ela qual for. Em todas elas, o respeito a si e ao próximo é um dos principais fundamentos, e a disciplina que todas elas possuem pode te dar o equilíbrio que você precisa. Talvez sua irmã veja qualidades que você nao reconhece em si. Tente ser honesta com ela, dizer o que te incomoda e pedir ajuda. A sua personalidade tem jeito, não desista!
      Boa sorte na sua caminhada! Tudo de melhor para a sua vida!

    5. Lady
      27/10/16

      Se mater seria um favor para todos que te rodeiam. Em todos os comentários o povo dizendo que é normal, mas não é!!!

      • Marta
        28/10/16

        Pois é,… se ela quer morrer, vai logo

    6. Mari
      27/10/16

      Como você pode almejar amor, compreensão e empatia se tem tão somente ódio a oferecer?

    7. Kat
      27/10/16

      Quem planta batatas colhe batatas! Simples! Não dá pra plantar batatas e esperar colher morangos!

      Se vc não dá nada de bom pras pessoas, vc não vai receber nada de bom!

      Vc tem vontade de ter amor, admiração, carinho das pessoas pq se não tivesse, não teria tanta inveja, vc só não está vendo que sua irmã não tirou nada de vc, vc que perdeu sozinha! Vc é um exemplo perfeito de auto sabotagem!

      Quase todo mundo que eu conheço tem irmãos e sempre rola alguns conflitos, ciúmes, implicâncias, inveja etc, isso é normal, mas ninguém se tornou um fracassado por isso! Cada um desenvolve suas próprias características e conquista seu próprio espaço numa boa! Em muitos casos os irmãos são melhores amigos. Tem casos que os irmãos se odeiam mas nesse caso, cada um segue a própria vida no seu canto e pronto!

      O bom que vc não está condenada a viver assim se vc não quiser viver assim.

      Pare de agir como vilã de novela mexicana, continue tomando seus remédios, esqueça que sua irmã existe e tente achar seu próprio caminho!

      Não faça com os outros o que vc não quer que façam com vc!

    8. Simone
      27/10/16

      Claro que todos temos nossas falhas e defeitos, mas felizmente, algo que não tenho é inveja.
      Ao invés de passar a vida preocupada e incomodada com o que a sua irmã conquistava, deveria ter corrido atrás do seu. Não vejo vantagem nenhuma nisso de ”namorar caras cobiçados” o que valorizo é educação, estudo e esforço. Ainda dá tempo investir em si mesma, quem sabe tentar outro curso? estudar pra concurso? Sou a sétima de oito irmãos, graças a Deus não tenho inveja de nenhum, fico feliz quando cada um conquista algo na vida, seja casa, carro, emprego, mas conheço muita gente que tem inveja dos irmãos, não conseguem ser feliz com a felicidade dos outros. Acho que você deveria tentar não pensar nisso mais e investir no seu futuro.

    9. user
      27/10/16

      Pamela, por acaso você já experimentou passar uma única semana tratando todos muito bem e sem fazer qualquer tipo de maldade? Faça isso e você ficará espantada com o que vai acontecer. Só digo uma coisa, o destino retribui aquilo que você dá a ele.

    10. lala
      27/10/16

      Apenas uma coitada, invejosa, perversa, doente. Você veio aqui pra ler isso, não foi? Pq vc se reconhece como tal e sabe que não tem vontade de mudar o que é. Foi só pra desabafar mesmo?
      É de dar pena de pessoas como você, ok que está se tratando, mas não vislumbra nenhuma melhora, parece que gosta desse lado dark.
      E a Isis ficou com medo de opinar?

      Podemos sim, em algum momento ter sentido raiva de alguém, inveja (eu sinceramente não tenho e não acho que ninguém sentiria inveja de mim, acho que o mundo é tão grande, com tantas pessoas, com diversas oportunidades e situações, que pra mim a inveja não cabe), mas não como você. Você mesmo reconhece a monstruosidade que habita em ti.

      Engraçado que você já se adianta e chama os futuros comentadores de hipócritas, sendo que na vida real, além de dissimulada, é bem hipócrita, manipuladora e outros adjetivos que atribuiu para si.

      Eu realmente tenho pena, pq se nem tratamento resolveu, Deus talvez? Conheço na família uma pessoa tipo você, mas acho q vc é pior ainda, então é complicado.

      Gostaria que não fosse assim, que fosse melhor, que não tivesse esses sentimentos, pensamentos e atitudes, que tratamento aliado a alguma fé, te tirasse, pq infelizmente cruzamos com pessoas tipo você, que é ruim, e como disseram, vc atrai o que transmite, se transmitir coisas boas, fazer coisas boas, receberá de volta.

      boa sorte, pq não sei o que vc quis com esse desabafo, se é pra ouvir a real mesmo chamando-os de hipócrita, se é um ato de desespero p que o povo de uma luz e força, ou se é só pra perturbar os leitores desse blog.

      • Ísis Toth
        27/10/16

        Medo não, bom senso! Minha opinião só é dada quando solicitada, está muito claro no texto que a leitora quer desabafar.

    11. lala
      27/10/16

      PAREM DE RECLAMAR Q DEMORA PRA ATUALIZAR
      SE DEMORA É PQ NAO TEM ‘CAUSOS’
      EU QUANDO MANDEI PRA ISIS, FUI PRONTAMENTE RESPONDIDA E PUBLICARAM AQUI NO BLOG.

      DIVULGUEM O BLOG, MANDEM SEUS CASOS, SUAS DUVIDAS.

    12. ana
      27/10/16

      será que ir embora e tentar começar outra vida longe de todas essas pessoas que ela tanto inveja e odeia não seria uma opção?

    13. Anderson
      27/10/16

      Já pensou em escrever roteiros de novelas? Ou um livro? Escreve todo esse ódio que sente e vê no que dá!

    14. Marta
      28/10/16

      Digna de pena…fica perdendo o tempo com besteira! Vai viver infeliz e morrer infeliz… se alguém for no enterro, vai ser milagre

    15. Ti
      28/10/16

      Moça, nem pra se matar consegue. Pula de cabeça da ponte. Conheço pessoas mais ou menos como você. Mas acredito que não chega a esse ponto de hipocresia. Coitados das pessoas em volta de você. Ter que conviver com um ser humano tão insignificante. Até tentaria da palavras de apoio. Mas pelo jeito não foi isso que veio procurar.

    16. Daniela
      28/10/16

      Bom pare de colocar a culpa da suas escolhas ruins e sua vida miserável na sua irmã… todo mundo tem escolhas e vc está escolhendo ser a vitima a excluída pela família ao invés de correr atras e ser feliz. Quem sabe sua irmã se esforça para estar onde está hoje. Ela não ficou arrumando encrenca e mt menos planinhos idiotas para ferrar com todo mundo. A resposta disso é que hoje ela está quase sendo uma juiza e é bem sucedida e vc aqui querendo atenção, e dizendo q ninguém me quer ninguém gosta de mim. Vá procurar o que fazer para sua vida melhorar e pare de querer estragar a vida dos outros. Ninguém merece uma pessoa rancorosa igual a vc do lado. Procure um médico

    17. Aline
      29/10/16

      Bom ningué, é perfeito, temos qualidades e defeitos, inclusive vc!! Duvido que seja somente esse poço todo de maldade…. As pessoas são bem hipócritas mesmo, muuuuito, principalmente hj com a moda de redes sociais, todos querem parecer oq não são! Eu já me senti como a ovelha negra da família durante muito tempo, sempre fui brigona e explosiva, tenho muitos defeitos, mas tambem muitas qualidades também! Não torne isso como verdade absoluta, não deixe as pessoas fazerem vc acreditar que vc é um lixo, pense positivo! Vou citar alguns exemplos de hipocrisia que presenciei e vejo muito por aí: A minha mãe sempre foi extremamente materialista e já fez horrores por dinheiro desde que me conheço por gente. Eu via algumas coisas e ficava revoltada e acabava brigando com ela, resultado? Ela manipulava a todos e eu acabava como a megera da história, cresci sendo meio rejeitada por ser a brigona… Ela sempre me incentivou a casar com um cara rico, qdo comecei a namorar um cara pobre ela me infernizou até onde pode! Quando eu terminei e comecei a namorar com um cara bem de vida? Me tratava como rainha! Será que eu sempre era má filha e errada da história? Ela me pintava como uma filha horrível, mas nunca dizia pra ninguém as coisas absurdas que fazia e me dizia, uma vez até me expulsou de casa de próposito pra me obrigar a voltar com o ex bem de vida, acredita? Essa foi a minha infância, filha ruim pq não fazia oq a mamãe queria, meus irmãos sempre davam razão pra ela e sabem pq? Pq vivem a té hj na aba dela pra ganhar as coisas, roupas, comida de graça, enfim! Graças a Deus saí de casa e hj sou mto feliz, e sempre soube que não era tão ruim qto diziam, nunca acreditei, pois as atitudes valem mais do que palavras! Vivo sempre querendo ajudar meus irmãos, mesmo eles o tempo todo falando mal de mim por aí o tempo todo, minha irmã levo roupas e dou presente por filho o tempo todo… Ela não tem coregem nem de me dar parabéns no meu aniversário! Cortou relações com o pai, que é diferente do meu por besteira, sendo que ele hj é um senhor doente e que a qualquer momento pode ir embora… Ela tá se lixando, nem liga! Eu que vivo dando atenção pra ele coitado! O meu irmão nunca dá certo em nada, não para em emprego e mora encostado na minha mãe… Eu as vezes sofro com a situação dele, tava pensando em até pagar uma viajem internacional pra ele, comigo e meu marido, pois sei que ele iria gostar muito… É outro que nunca nem lembra do meu aniversário e vive falando o quão eu sou insuportável por aí…. Boba eu não? A minha cunhada é simpatissíssima, é popular e vive rodeada de amigas, mas eu que convivo com ela vejo ela o tempo todo depreciando outras pessoas e se empenhando em arrumar um namorado rico, ela conseguiu! O meu marido é bom moço e maravilhoso comigo, conduta exemplar! Mas adora fazer amizades com pessoas importantes, que possam lhe trazer benefícios! Tenho uma amiga com o casamento fracassado, sabe até que o marido trai, mas no facebook o casamento parece perfeito, vivem de declarações falsas, até me confessou que já traiu o marido… Tá vendo como as pessoas são hipócritas e repugnantes? Vc não deve ser essa coisa ruim toda. Se empenhe em fazer atividades que não te deixem pensar em sua irmã, faça cursos, ocupe o seu dia! Vc não precisa da sua família pra ser feliz, eu não precisei e hj sou mto! Se empenhe em fazer coisas pra vc e nessa quem sabe vc não conheça alguém e se esqueça de vez dela? Boa soret

    18. Fernanda
      29/10/16

      Talvez se você gastasse menos energia odiando e invejando sua irmã ou quem quer que seja, sua vida fluiria mais naturalmente e coisas boas aconteceriam! Ninguém está livre de passar por situações ruins, mas quando você se preocupa demais em fazer o mal, acaba não permitindo que as coisas boas se aproximem de você! Tem algo que com toda certeza te ajudaria a se livrar desses sentimentos ruins e egoístas… Deus!! Busque Deus, busque Sua palavra! Deus é o maior consolador e libertador de todo mal e Ele te ama!!! Torço muito para que você seja alguém melhor!!!!

    19. Jonas
      30/10/16

      Chocado.
      Isso é ódio trazido de vidas passadas. Meu Deus…

      • Natalia
        30/10/16

        Com certeza!!
        E pelo visto não aprendeu nada, vai ter que voltar pra pagar essa dívida.

    20. Leonardo
      03/11/16

      A atitude da Pâmela, ao expor sua vida, no meu entendimento, de longe passa por uma ação de prazer. É uma reflexão. Reconhecer um erro pode ser o primeiro passo para mudar o caminho. Espero que ela possa enxergar as coisas boas da vida. Acredite, elas estão ao seu lado. Basta mudar o ponto de vista. Quando a cobrança desmedida vem de dentro, da própria pessoa, é natural esse estado de frustração incessante. Boa sorte na vida. Todo dia pode ser um novo recomeço.

      • Bru
        03/11/16

        tem prazer sim meu filho…vai estudar mais a respeito pois isso tem muito fundamento…

    21. r
      03/11/16

      Querida “Pamela”.

      Seja bem vinda ao nosso mundo.

      Depressão é isso aí mesmo, a gente pensa que a solução é se matar, no seu caso até é! Sua família vai chorar bastante, vai sentir sua falta, mas vai agradecer em dobro sua ida, rs.

      Se eu estive no seu lugar, eu faria de tudo pra se “afastar” da família, ir embora pra outra cidade, país quem sabe.

      Indo embora vc não precisa mostrar a ninguém que é melhor, só precisa viver do seu jeito. Vai bagunçar a vida de outras pessoas, deixa sua família lá quietinha. Mantém só o contato de longe.

      O brasil é gigante, tem muito lugar legal pra conhecer, muitas pessoas.

      De repente vc tá na profissão errada…

      Qualquer coisa…

      To aqui na Bahia, vivendo intensamente.

    22. Lei
      07/11/16

      Pamela, eu tenho sentimentos parecidos, não envolvendo irmã, mas sentimentos profundos de ódio, revolta, mágoa para com todo o entorno. Vi por alto pessoas aí acima falando de plantar e colher. No meu caso, por mais ódio que eu tivesse por assim como você, sobrar no mundo, ser preterida em detrimento de outros que parecem nascer já coroados em glória e atenção, nunca fiz mal deliberadamente à alguém, ou causei intrigas, eu não plantei coisas ruins, mas fui bombardeada com coisas ruins.

      Mas também como você, enxergo essa hipocrisia generalizada nas pessoas, esse maniqueísmo exacerbado, essa frescura de meritocracia. O mundo não funciona assim, é tudo muito caótico, e sim, eu como ser humano me ressinto ao extremo de não ter acesso ao que os outros tem, por condições sociais, físicas, psiquícas.

      Muitas vezes durante minha vida, tive exatamente todo esse ódio que você descreve, até mais, desejei que todos sofressem severamente, que perdessem tudo, que experimentassem o limbo e o inferno.

      Mas no fim nada faz sentido nessa vida, nos debatemos em vão. Você estão se debatendo nessa via ápia sem destino.

      Eu senti empatia por você, espero que fique bem. Eu também queria ficar bem.

      Mas acho que meu futuro é o suicídio.

    23. Lei
      07/11/16

      Lembrando aos frequentadores do fórum que estimular ou induzir alguém ao suicídio é crime.

      • lala
        16/11/16

        Realmente é, mas o engraçado é você falar isso e no final do seu primeiro desabafo falar que seu futuro é suicídio, parabéns, acabou de instigar mais a doida ali

        • Lei
          18/11/16

          Uma coisa é uma coisa, outra coisa é outra coisa.

          Diariamente milhares de pessoas desabafam em redes sociais. Não sei se você tem algum problema cognitivo para ler e interpretar ou se somente é mais uma pessoa se doendo mas existe uma clara diferença entre meu desabafo e a sordidez dos comentários acima que incitam a pessoa aí do relato a se matar. Explicitamente enviaram mensagens incitando que ela cometa suicídio.

          Mesmo que seja criminalizado no CP a pessoa atentar contra a própria vida, invariavelmente na prática não há como prenderem alguém por isso, diferente do instigamento e auxílio ao suicídio.

          Sua psicologia reversa está capenga.

    24. Katt
      07/11/16

      Gente! Acho grande parte do problema de vcs é querer viver a vida dos outros!

      Ninguém é completamente feliz, ninguém é feliz só por ter coisas ou ter corpo de modelo de revista, se isso fosse verdade não existiriam tantas pessoas ricas, bonitas e famosas se matando ou entrando no mundo das drogas por serem infelizes. Também não existiriam tantas pessoas feias, pobres, com sérias restrições físicas etc felizes!

      Já tive inveja de colegas de escola mais bonitas e mais populares que eu até que descobrir na verdade, por trás daqueles sorrisos, daquele dinheiro, daquelas roupas bonitas, elas tb tinham problemas e eu não trocaria os meus problemas pelos delas! Então eu vi que EU tinha minha própria vida pra cuidar, minhas próprias conquistas pra alcançar, minhas próprias escolhas e não precisava invejar a vida de ninguém nem querer que a minha vida fosse igual a de ninguém! Minha vida não precisa ser uma cópia barata da vida dos outros!

      Já percebi tb que quanto mais desligada da vida alheia a pessoa é, mais feliz e tranquila ela é! Já conheci uma pessoa sem pernas mais feliz que uma não gostava das próprias pernas pq elas não eram tão bonitas quanto as de outras mulheres…

      Vcs não tem que se comparar com ninguém! Não deixem que as vidas de outras pessoas sejam fantasmas na vida de vcs!

    25. Letícia
      08/11/16

      Me parece que nunca faltou nada para você Pâmela, sempre teve casa, comida, família, estudo…
      Vai visitar um hospital do câncer, vai visitar aqueles bairros pobres, vai no lixão ver as famílias que moram lá, vai num asilo. E CRESCE.
      Você não passa de uma ingrata e invejosa que sempre teve tudo na vida e cospe todos os dias no prato que comeu.
      Se sua irmã tivesse tentado te matar, tivesse te molestado, tivesse feito algo contra você, era motivo plausível para tanto ódio. Agora sentir inveja porque a pessoa nasceu, e você perdeu o posto de ”princesa da casa” é foda.
      Ah Letícia, mas você é uma hipócrita, não sabe o que é sentir isso… De fato não sei. Mas já passei por coisa bem pior na vida e nem por isso me tornei um monstro. Meu pai foi assassinado, minha mãe entrou em depressão profunda, e eu fui obrigada a cuidar da minha mãe e irmã com 4 anos de idade. Já passei fome, já fui discriminada, eu tive que ralar para virar gente. E nem por isso odeio o mundo, odeio minha vida.
      No minimo você não acredita em Deus, então nem perderei meu tempo te mandando buscar uma religião.
      Também não acredita na medicina.
      Você é pesada, só de ler suas palavras eu sinto desanimo.
      Talvez se matar é a melhor saída e que o capeta tenha dó da sua alma.

    26. EssencialPrazer
      11/11/16

      Bom senso!!!!!!!!!!!!!

    27. Sah
      11/11/16

      Eu até entendo que seu problema é devido ao desprezo da infância, isso molda caratê… Seja ele pro bem ou pro mal ….as existe tbm escolhas …. Não é pq vc teve uma infância difícil que vc precisa ser isso!
      Vc não tem ódio da sua irmã e sim mta inveja por desejar ser aceita como ela é por todos…
      Creio que esse deveria ser o foco do seu tratamento…
      E não … Não sou como vc!!! Tenho meus surtos! Tenho meus ódios! Minhas crises… Mas sou incapaz de fazer algo que prejudique alguém ou o cause qualquer tipo de ferimentos. E não, não sou dissimulada e manipuladora.
      Tenho vários sentimentos ruins, mas não cruéis assim …
      Falta aí vc se enxergar, se amar, tá vc sempre foi diferente. mas casa um tem algo único, se encontre. Vc foi uma adolescente desengonçada. Mas agora vc já não eh adolescente, já era ja foi…. Agora precisa ser mulher é bater de frente com isso… Pelo menos pra ter algo bom na vida. Digo por vc msm

      E uma coisa que me deixou mtooooo encucada!
      Inversão de valores Ísis?! Na moça que foi traída por marido e melhor amiga, suas palavras foram cruéis e na dessa moça que é prejudicial ao mundo foram palavras de conforto?!
      Tem mais dela em vc do que em mim!!!

      • lala
        16/11/16

        “Inversão de valores Ísis?! Na moça que foi traída por marido e melhor amiga, suas palavras foram cruéis e na dessa moça que é prejudicial ao mundo foram palavras de conforto?!
        Tem mais dela em vc do que em mim!!!”

        Exatamente, por mais q ela fale q a leitora só quis desabafar, ela sabe que não foi bem isso.
        “Isis, o objetivo de escrever para vocês é compartilhar a minha história e despertar muitos julgamentos neste povo hipócrita que se faz de santo. Me xinguem bastante, mas saibam tudo que sinto também está dentro de vocês, mas vocês preferem olhar o que tem nos outros.”

        Ela quis ser julgada sim, e a Isis calou-se.

    *Nome
    *Email
    Site/Blog/Url
    Mensagem
    * Campos obrigatórios

    Receba os vídeos do maior canal de relacionamentos do Brasil em seu e-mail.

    Cadastre seu e-mail para receber os vídeos do Mete a Colher e aprenda mais sobre sexo e relacionamento.

    Respeitamos sua privacidade
    Receba os vídeos do maior canal de relacionamentos do Brasil em seu e-mail.

    Cadastre seu e-mail para receber os vídeos do Mete a Colher e aprenda mais sobre sexo e relacionamento.

    Respeitamos sua privacidade