Sou casada e encontrei uma garota de 14 anos pelada na minha cama!

Boa noite casal, estou aqui para resumir minha história e saber a opinião de vocês… Tenho 17 anos e casei (no civil) com meu futuro ex-marido de 26 anos, o porque de termos casado não vem ao caso agora. Podem imaginar que talvez eu sou muita nova, mas já passei por muitas coisas na minha vida e me considero madura sim. Estávamos juntos 3 anos, passando por altos e baixos, crises de convivência etc, até porque todo casal recém casado passa por isso e ainda mais por sermos novinhos isso atrapalhou um pouco mais, porém nos amávamos muito e o sexo também sempre continuou sendo ótimo! O problema real aconteceu no começo do ano, quando ele chegou em mim dizendo que não aguentava certas atitudes minhas, me bancar (detalhe que ele não paga nada meu, colégio, roupas, plano de saúde, salão, quem me manteve sempre foram meus pais e quando digo NADA é nada mesmo, só pra não dizer nada, ele me bancava em festas etc), que tinha certas manias minhas que eram irritantes e que me via mais como uma prima do que como mulher e que não sentia mais tesão, que queria separar. Enfim, meu mundo caiu, falei que ia melhorar que era para continuarmos e que ia fazer de tudo para acender essa paixão dele novamente. Ok, pra mim foi um choque! Meu primeiro namorado logo de cara marido, minhas primeiras experiencias, tudo. Continuamos juntos e tudo voltou ao normal, melhor até, porém quem não voltou 100% foi eu. E como estou no ultimo ano da escola, isso me pesou muito porque me vi numa situação de escolher uma pessoa que não era estável psicologicamente, porque ele é alcoólatra ou ir embora e fazer a profissão que eu tanto quero. E depois de agosto quem foi mudando foi eu, fui entrando em depressão, não conversava mais e não sentia mais tesão. Porque o caso é assim: Ele tem 26 anos e não tem nada, depende muito da mãe dele ainda ele quer sair todo final de semana e quando digo todo final de semana é: todo final de semana, toda sexta, todo sábado e isso não inclui apenas eu e ele, é sempre com os amigos dele, bebedeira até 7h da manha. Claro e não sendo hipócrita eu gosto de sair, mas gosto também só nós dois e quando pedia pra ele me levar pra jantar ele NUNCA levava e quando levava sempre ficava com cara de bunda! E no domingo sempre dizia: poxa, perdi meu final de semana! Esse ano fizemos 3 anos e todo ano é sempre eu que faco alguma coisa. SEMPRE! E eu sendo romântica, espero algo em troca e pedi pra ele fazer algo e não fez! Simplesmente nem mandou mensagem e depois de um tempo perguntei: poxa, por que? e ele: eu já percebi que você tá insatisfeita com a relação que não sente tesão, e simplesmente não senti vontade de fazer! E aquilo foi o que precisava pra minha escolha, pensem, porque jogaria meu futuro no ar por alguém que quando está passando por alguma crise ou vê uma situação acontecendo, a pessoa joga tudo pro lixo ao invés de pensar: poxa, o que tá acontecendo? por que você está assim? vamos lutar juntos! … Que nem eu fiz no começo? e então eu cheguei nele, abri o jogo e disse: Eu amo muito você, mas é isso que eu decidi; vou embora fazer faculdade, porém quero ficar com você até eu ir. E ele disse: Tudo bem! …Olha, pelo jeito que falou aqui parece que ele sempre é um crápula né? Mas não, ele é uma pessoa boa também, mas não tem como contar detalhes de tudo. Esse final de semana fomos para uma festa, brigamos e ele preferiu terminar e como eu já estava desgastada falei que tudo bem. Ele me deixou na minha vó e voltou a fazer festa em casa, ele continuou bebendo, não dormiu. Quando acordei e fui lá encontrei ele bêbado demais, com 6 mulheres na minha casa e 3 homens, de primeira reação expulsei todo mundo, ele olhou pra mim e disse: quem paga o aluguel dessa casa sou eu! (morávamos só eu e ele). Fiquei quieta e me troquei, voltei, pedi desculpas, falei que não era do meu ser fazer barraco e sai pra jantar com as minhas amigas. Onze horas eu voltei com minhas 4 amigas pra pegar algumas coisas e quando entramos em casa, estava meu marido um amigo de

Caracas menina! Que diabos você fez da sua vida?! E não adianta vir com esse papo de “garota madura” não! Você é tão imatura que mesmo casada, quem paga suas contas até hoje são seus pais! Acorda pra vida! Vai curtir a fase da vida em que realmente está. Se fosse madura o suficiente para estrar de cabeça em um casamento, teria o mínimo de amor próprio para perceber que seu marido te manipula o tempo todo… fazendo inclusive você pensar que fez algo de errado, quando na verdade quem faz cagada o tempo todo é ele! Sobre sua atitude diante das circunstancias… quem sou eu para julgar? Não existe o certo e o errado, talvez se eu estivesse em seu lugar faria até pior ou não… sei lá! A única certeza que teria, é a de não querer nunca mais nada dele, nem sequer um pedido de desculpas!