ME EXIBO E FAÇO SEXO AO VIVO PELA WEBCAM E ADORO!

Olá casal, podem me chamar de Alice e o meu problema é o seguinte: Há três anos eu comecei a me exibir em um site de sexo virtual, o CameraHot e o fato é que eu adoro o que eu faço. É o primeiro trabalho em que eu mesma faço meus horários e eu ganho super bem, além de que eu adoro me exibir na Webcam, minha auto estima melhorou muito e hoje eu me considero uma mulher muito mais bonita e experiente na coisa rsrsrs e ainda por cima trabalho no conforto da minha casa e sem encheção de chefe e tudo mais…

Hoje toda a minha renda vem do site e eu ganho pelo menos umas quatro vezes mais do que no meu antigo emprego. Não tenho o que reclamar… No site eu não preciso mostrar o rosto então poucas pessoas sabem o que eu faço e as que sabem me apoiam, até porque eu não vejo nenhum mal nisso, já que tudo que acontece é virtual e não há contato físico ou troca de contato com os caras que acessam o site, aqui no Brasil que apesar de ser considerado o país do sexo, é que o povo é mais hipócrita  e recatado nesse sentido, lá fora essa profissão é super normal…emfim…

Eu realmente estava muito feliz com essa vida de Camgirl, pagando minhas contas, me exibindo e me divertindo em casa e tendo tempo e dinheiro pra fazer tudo o que eu curto… Desde que comecei a me exibir nunca tive problemas pra arranjar namorado e o meu ex inclusive gostava e participava comigo em alguns shows de casal, o problema é que recentemente conheci um rapaz e ele é tudo de bom, nos damos muito bem, só que o detalhe é que eu ainda não contei o que eu faço pra ele, acredito que ainda não surgiu a oportunidade e o problema mesmo é que ele é meio crica com tudo e esses dias estávamos vendo TV e passou uma reportagem sobre a Clarinha do BBB e ele comentou que acha um absurdo essas meninas que se exibem na WebCam, eu na hora fiquei muito sem jeito e achando ele, pelo jeito como falou, um cara super machista e careta e agora não sei o que fazer.

Ele diz que está super apaixonado e que faria e qualquer coisa por mim e eu estou gostando muito dele também, mas o problema é que eu não posso continuar escondendo isso dele porém também tenho medo de perder ainda mais o encanto, caso ele se mostre um babaca e não me respeite mais como mulher.

E agora o que eu faço? Fujo desse relacionamento sem conversa ou tento me acertar com ele e abro o jogo mesmo correndo o risco dele surtar?

* Obs: Não existe a possibilidade de eu parar de me exibir no camerahot.com pois além de ser meu ganha pão é algo que eu adoro fazer e não vivo sem.

 

Eu acho o seguinte, o amor é lindo, gostoso… mas não enche barriga! Começa por aí, o Môre pode até ficar meio bravo com a minha opinião… mas se eu estivesse precisando alimentar minhas filhas, e somente com um emprego “normal” não fosse suficiente e tivesse um corpo bonito de onde pudesse tirar meu sustento, faria stripper tranquilamente! Mas é claro que somente dessa maneira, via webcam, em um palco jamais! E não é nem por que eu acho que da outra forma seria imoral não, seria somente pela segurança e possibilidade de manter minha identidade em sigilo. E por favor, não sejam hipócritas.. pois hoje em dia tem muita mulher mostrando o corpo a troco de elogios em muitos grupos de whatsapp sem o menor pudor! Então que mal há em fazer disso uma fonte de renda e de uma maneira mais bem organizada?! Com todo esse meu pensamento sobre o assunto, cheguei a conclusão de que no seu lugar, não abriria mão do ganha pão por conta de um amor. O correto é que ele soubesse desde o início da sua profissão… mas também tenho a consciência de que não seria nada fácil dizer “Olá, prazer. Meu nome é Alice e faço stripper na webcam!”, ou seja… é complicado, triste, confuso e as prestações ainda deverão ser pagas!

Nossa Neguinha! Que conselho racional, heim?! Quem não te conhece até acha mesmo que você tem esse controle total das emoções! Até parece… olha só Alice, como eu te avisei não vou aliviar… e acho que na verdade o seu dilema não passa de puro comodismo! Sim, isso mesmo! Ok, é um barato utilizar seus serviços, você e outras tantas garotas nos divertem em noites solitárias e tal. Mas sem sombra de dúvidas, 99% de nós homens não gostaríamos que nossa namorada trabalhasse com isso. Nada contra você fazer, cada um faz o que quiser, desde que isso não envolva outras pessoas. A partir do momento em que você coloca um parceiro na sua vida, precisa também respeitar os limites dele. Quer continuar fazendo stripper? Ok, então aproveite enquanto o corpinho lhe permite para fazer um belo pé de meia e somente depois se relacione!

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *