Mete a Colher - Clique e veja essa Metida de Colher

    Estou desempregada a 1 ano e vou ter que abandonar meu filho.

    26.08.16 Postado por Ísis Toth | Categoria: E-mail do internauta
    imagem Shutterstock

    mae

    Isis, chegou a minha vez de pedir seu conselho. Tenho um filho de 4 anos , o pai nunca assumiu e meus pais sempre me ajudaram.

    Tenho 22 anos de idade, perdi o meu trabalho a mais de um ano e não sei mais o que fazer, pois não consigo mais pagar o aluguel de uma casa de dois cômodos que vivemos. Todos os dias deixava ele na creche e trabalhava, acabou o seguro desemprego o dinheiro da minha demissão anterior e se não fosse meus pais, já estaria passando fome.

    Perdi a esperança de arrumar trabalho aqui no Brasil, estou pensando em me mudar para a Austrália, onde tenho uma amiga que pode me ajudar. Não vou conseguir levar meu filho ao menos no começo, pois vou para lá e não vou começar ganhando muito dinheiro e não vou ter ninguém para cuidar do meu filho.

    Penso comigo que tipo de mãe deixa o filho pra tras, o que eu vou fazer se aqui não tem trabalho pra mim? Sempre fui muito esforçada, dedicada e responsável com o meu trabalho.

    Meus pais se prontificaram em ficar com ele até eu me estabelecer, mas fico com a consciência muito pesada e estou muito triste pois não quero me afastar do meu pequeno.

    Me ajuda Ísis, preciso tomar uma decisão rápida.

    Que história triste, sou completamente solidária a sua dor.

    Muitas mães passam por isso e precisam tomar decisões difíceis e ainda enfrentar o julgamento dos outros. Você precisa ser forte e pensar no futuro do seu filho.

    É muito dolorido se afastar dos filhos, mas pense que se você decidir por sair do país é por ele também, sem contar que ele vai ficar com seus pais e não com um estranho qualquer.

    É muito diferente de abrir mão da guarda ou deixar sofrendo na companhia do pai que já é casado com outra. Os avós são as melhores pessoas para ajudar em uma situação assim,  se eles estão se dispondo a te apoiar, considere aproveitar a oportunidade.

    É claro que a situação ideal para as crianças é ter uma família funcional e ficar ao lado do pai e da mãe, mas na prática não é assim que acontece e você não pode ficar se consumindo em culpa. Esqueça o que os outros vão dizer ou achar da sua decisão e pense apenas no seu futuro e do seu filho. 

    Se você já esgotou todas as possibilidades e não vê chances aqui no Brasil, não perca a oportunidade de ir para outro lugar. Quando você se estabilizar por lá, com certeza conseguirá buscar o seu filho.

    Se tomar a decisão de sair do país, tenha certeza que sua amiga é confiável e que você estará em segurança. Investigue com quem sua amiga vive,  com o que trabalha, onde mora? Obtenha o máximo possível de informações sobre o trabalho que irá fazer lá. Procure comprovações da rotina dela nas redes sociais, com amigos em comum e tenha certeza do que ela faz. Infelizmente temos inúmeros casos de tráfico humano, onde várias meninas vão para o exterior enganadas e acabam tendo que se prostituir, tendo que viver em cárcere privado. Se tiver qualquer dúvida quanto a sua segurança, simplesmente desista.

    Quando tiver na Austrália,  fique atenta as oportunidades, dedique-se também a estudar muito, aprender inglês e não só ficar trabalhando.

    perfil isis 2

    Não temos compromisso teórico com qualquer abordagem psicanalítica ou corrente terapêutica. Não fazemos análise ou praticamos qualquer método de tratamento através das sugestões e opiniões aqui postadas. É de responsabilidade de cada internauta procurar ajuda profissional  para si e seus familiares e não cabe ao colaborador deste blog traçar perfis psicológicos ou dar quaisquer diagnósticos através das opiniões aqui expostas.

    1. Paula
      30/08/16

      Ísis, pra onde envio minha história?

      • Pamela
        30/08/16

        Tbm queria saber, pois mandei a minha pro e-mail faz tempo e nunca foi respondida, poderia confirmar? Talvez eu possa ter mandado errado. Beijos Isis

        • Paula
          31/08/16

          Obrigada Trust. Muito atencioso de sua parte.

    2. joao bobo
      30/08/16

      “Perde-se a batalha mas ganhe a guerra”.
      Melhor perder uma batalha e prevalecer no final, do que o contrário.
      Estabeleça metas e cumpra-as. Seja uma mulher de palavra para si mesma.

    3. Tatiane
      31/08/16

      CONCORDO COM A ÍSIS ***

    4. Mariana
      06/09/16

      Menina, ir para a australia não é solução!!! todo mundo acha que morar no exterior é bom e tal, mas não é !! Trabalha-se muito e só sobra dinheiro se vc economizar bem!!! Tudo bem que o brasil está em crise, a situação não é boa, mas aproveita que vc tem seus pais e vai procurar se qualificar para o mercado!! Oportunidade tem!! Não abra mão do seu filho… vc não quer voltar e ver que ele te acha uma estranha, que chama a avó de mãe!

    5. Lilith
      12/09/16

      Então, tem dinheiro para ir como para a Austrália????
      Já morei fora do país e não é essa maravilha toda não. Tem que trabalhar em emprego medíocre, limpando, servindo, aguentando cliente mala e por aí vai. Isso você pode fazer também aqui no Brasil, é só querer achar um emprego assim.

    6. Breno Lima
      18/09/16

      Moro na Austraia a quase dois anos, e posso te falar um pouco. Eu tinha um bom emprego no Brasil e larguei tudo ! No começo é muito difícil , mas com foco vc muda de vida! E dependendo do trabalho da para juntar grana ! Conheço diversas pessoas que ajudam familiares no Brasil com salário mínimo aqui. Tudo depende de suas prioridades. Com relação ao seu filho se vc tiver alguém que cuide dele pode tentar essa experiência. Eu costumo diZer que a Austrália é um investimento a longo prazo.

    7. Imaginativa
      18/10/16

      Olá Querida,

      Não sei se vc já tomou a sua decisão. Mas, tudo depende do seu grau de adaptação. Morar fora não é fácil. É muito válido, mas não é nada fácil. Se vc é do tipo de pessoa que gosta das coisas da sua terra, da sua comida, dos seus hábitos, vai ser muito difícil. Se vc se adapta a novas situações, vai ser menos difícil.

      A nossa situação aqui deve melhorar nos próximos meses. Portanto, pese muito bem e SINTA a sua decisão. E seja lá o que decidir, seja feliz com ela!

      Boa sorte a vc!!!! e espero que encontre seu caminho… Eu tb perdi meu ultimo emprego formal há mais de dez meses, e mesmo sendo super bem formada, ainda não me recoloquei. Eu sei que é difícil, mas tb sei que nosso panorama social está melhorando!

      Abraço,

      N.

    8. Juliana
      11/11/16

      Concordo!

    *Nome
    *Email
    Site/Blog/Url
    Mensagem
    * Campos obrigatórios

    Receba os vídeos do maior canal de relacionamentos do Brasil em seu e-mail.

    Cadastre seu e-mail para receber os vídeos do Mete a Colher e aprenda mais sobre sexo e relacionamento.

    Respeitamos sua privacidade
    Receba os vídeos do maior canal de relacionamentos do Brasil em seu e-mail.

    Cadastre seu e-mail para receber os vídeos do Mete a Colher e aprenda mais sobre sexo e relacionamento.

    Respeitamos sua privacidade