Desfecho: “Apesar de não rolar química, ele me faz querer experimentá-lo… mas tenho um namorado moleque no pé!”

Oi Oi casal, tudo bem? Lembram da minha história? Voltei pra contar os acontecimentos. Logo seguida do email que enviei pras vcs foi meu aniversário. Meu namorado [agora ex] queria me levar em uma pousada bacana pra passar um fim de semana só nosso. Ele primeiro disse que queria fazer uma surpresa, mas o medo de me desagradar falou mais alto. Eu dizia “tenta, vc pode não acertar de primeira, mas pelo menos vc tentou”. Resumo da obra: eu que tive que planejar toda a viagem desde hotel, roteiros, restaurantes, tudo. Até um mapa que eu fiz e pedi pra ele imprimir ele esqueceu e, novamente, vai eu procurar o bendito mapa pra chegar nos lugares. Poxa, então não diz que vai me fazer uma surpresa. Talvez, essa fosse a surpresa: eu ter que fazer tudo rsrsrs. Quando eu vi que tive que planejar tudo e que ele não lembrou nem do tal mapa, eu fiquei extremamente desapontada. Mas me esforcei pra relevar e não estragar o final de semana. Enfim, não deu. Um namoro que já não estava bem, não iria melhorar do nada. Não nos brigamos naquele final de semana e, apesar de termos transado, eu tinha perdido o tesão… estava me esforçando pra aproveitar os momentos. Depois desse final de semana eu decidi que não queria aquilo pra mim. No final de semana seguinte, chamei ele pra conversar e ele concordou que não estávamos bem. Terminamos numa boa, por incrível que pareça, não sei de onde tiramos tanta maturidade pra isso. Tentamos uma reconciliação 2 meses depois, mas eu vi que realmente não queria mais. E os defeitos dele nem eram tão grandes assim, eu que não queria mais e ficava achando pelo em ovo como um meio de não querer sair da zona de conforto de um namoro. Hoje, 5 meses depois, me sinto bem, me sinto tranquila. Sei que tomei a decisão certa porque nem ele e nem eu somos ruins, apenas não éramos um pro outro. E o outro tal rapaz? Então…Me afastei do tal rapaz como eu tinha dito que faria, mas ele não entendeu. Aí ele percebeu que estava fazendo mal pra ele também toda essa “relação” e optou por se afastar [pasmem, estava sentindo ciúmes do meu [ex]namorado; isso que só conversávamos kkkkkkkk]. Ele não conseguiu ficar longe mto tempo e voltou a me procurar. Enfim, várias assuntos aconteceram e desencontros também. Nunca o experimentei e esse flerte virou só flerte porque já não temos mais contato. É isso casal! O que importa é que fiquei bem! Parei de pôr os outros em primeiro lugar. Às vezes, dá uma carência, coisa de gente que nunca ficou solteira. Mas estou firme e forte rsrsrs. Adoro vcs! Beijo beijo

Ahhh garota! Agora eu fiquei orgulhosa! Tá vendo como andar “”na linha é bem melhor?! No final das contas tudo acaba bem… desejo a você toda a felicidade do mundo e ter amor próprio é um ótimo início!