Maquiando com a Thaís, fantasmas e Maridão!

21.11.14 Postado por Neguinha | Categoria: Vlog Mete a Colher

Participem nos comentários! Enviem suas sugestões para [email protected] . E é claro, se inscreva no canal e não deixe de nos acompanhar no  FacebookTwitter e Instagram

1

Término de relacionamento tenso!

20.11.14 Postado por Neguinha | Categoria: E-mail do internauta

1

Gente, preciso de ajuda, não sei como agir! Sou uma mulher de 31 anos e namoro um rapaz de 35 há pouco mais de 1 ano, fato que ele sempre foi safado, e por diversas vezes o peguei na mentira, ou peguei conversinhas com outras mulheres no face, whats, mensagens, ligações e até foto dele com outra em um restaurante, enfim, coloquei um ponto final por não acreditar que um dia ele vá mudar, pois todas as vezes ele jurou que ia mudar e sempre aconteciam as mesmas merdas! Cansei de ser trouxa! Cansei de me dedicar e só tomar no cu (e não no bom sentido da frase), acontece que agora ele fica atrás de mim me aterrorizando, ora diz que vai se matar, ora diz que eu vou pagar caro “tudo que estou fazendo com ele” (Pasmem! Ele que só fez cagada! E eu sou errada de ter cansado?) não sei como agir, não sei como fazer esse término ser tranquilo, estou com muito medo que ele atente contra a própria vida ou contra a minha! Oque fazer? Como agir? Me ajudem por favor?

Ainnn querida! Sei perfeitamente pelo o que você tá passando, e quando digo que sei... é por que sei mesmo! Eu já passei por uma situação muuuuito parecida, e o discurso do infeliz era o mesmo! Até o momento em que ele estava somente "latindo" pra mim, ok.. eu já conhecia a figura, mas a partir do momento em que decidiu jogar o carro contra o meu e ameaçar as pessoas que estavam ao meu redor, ví que o negócio ficou feio e dei uma simples passadinha na delegacia da mulher, simples assim! Se eu soubesse que era tão rápido e eficiente, teria indo antes, juro! kkkk No fim da história o infeliz e eu fomos parar na frente de uma juíza que esculhambou com ele e tudo mais! Depois disso?! Problema resolvido! Já no seu caso, se o infeliz quiser se matar... fazer o que?! Não me diga que vai sacrificar sua felicidade em nome de alguém que sequer tem amor próprio, né?! Pense nisso.. antes que seja tarde e ele faça algo para você ou alguém que você goste, ok?

Disse tudo Neguinha! Não adianta fazer as vontades dele, pois ainda é capaz de mesmo assim te fazer algo ruim...

Eu...

Loading ... Loading ...

Mete proibidão

20.11.14 Postado por Neguinha | Categoria: Canal Mete a Colher

Participem nos comentários! Enviem suas sugestões para [email protected] . E é claro, se inscreva no canal e não deixe de nos acompanhar no  FacebookTwitter e Instagram

1

minha melhor amiga

19.11.14 Postado por Neguinha | Categoria: contos, Misteriosa dos contos

1

A minha maior frustração aos 21 anos era não ter a vida sexual que imaginava que teria nos meus 17. Perdi a virgindade com um cara que namorei por 3 anos, até que chegou uma fase que não fazíamos mais sexo como antes, tudo se resumia em penetração e somente o orgasmo dele importava. Várias vezes tentei sair do comodismo e, quando era sincera, ele me dizia que não tinha culpa.

Minha melhor amiga, Clara, tinha acabado um namoro há alguns meses e condenava essa atitude, dizendo que isso era egoísmo e me aconselhou a terminar. Fiquei alguns dias pensando se deveria por um fim, não só por não ser comida mais do jeito que gostava, mas por tanta indiferença. Decidi que não havia mais jeito. Fazia muito tempo que não sentia o que era ser solteira. Mesmo não acostumada, não quis outro relacionamento, no máximo alguns lances em algum bar com desconhecidos. Todos os dias eu e Clara saíamos juntas, meu fígado com certeza não é o mesmo depois desses meses todos enchendo a cara. Certa vez, me chamou depois da aula para irmos numa cachoeira onde sempre quisemos ir. Topei e dividimos a gasolina, além de passar no mercado e comprar cerveja. Clara era a garota mais desencanada que eu conheci em toda vida, não liga para o que pensam dela e nem as consequências das suas atitudes (muitas vezes mal pensadas), o que a faz totalmente o oposto de mim, que sempre penso muito antes de agir.

O local estava totalmente vazio, apenas com o vigia que mostrou onde é raso e fundo pra gente e depois foi para sua casa perto do estacionamento. Nós retiramos nossas blusas colocamos em uma pedra gigante, sentamos em cima e começamos a beber, o papo fluía como sempre.

Do nada começou a lembrar do livrinho que fiz no terceiro ano, com as posições e lugares que queria fazer quando começasse a ter vida sexual ativa. Ri bem alto porque não lembrava disso, alguns segundos depois fiquei ainda mais frustrada por não ter feito quase nenhuma das coisas que havia escrito.

Aquela cachoeira era um dos locais que estava no livro e foi ideia dela, que babava pelas fotos que havia daquele paraíso no Google. Ao mesmo tempo em que me contava, pedia pra não ficar chateada, pois ainda era nova e poderia fazer tudo aquilo. Depois me olhou dentro dos olhos e falou: - Mas uma das coisas que não esqueço era aquela sua curiosidade de se relacionar com uma mulher.

O que me deixou confusa por não saber se aquilo era uma investida ou não, dei uma risadinha meio tímida ainda olhando diretamente nos seus olhos. Mil pensamentos que me vinham na cabeça, comecei a reparar como eu me sentia atraída por ela. Não era atração suficiente para ter um relacionamento, mas suficiente para realizar minha fantasia ainda não suprida. Ficamos em silêncio apenas nos olhando, até que ela deixou de me olhar nos olhos e foi diretamente para meus seios, começou a agarrar o da direita, enquanto se apoiava com o braço esquerdo na pedra, chegou bem perto do meu rosto dando um sorriso e começou a me beijar.

Abaixou meu sutiã e começou a fazer movimentos rotativos no meu mamilo e as vezes o apertava, não tinha jeito para não ficar excitada com aquilo, na verdade acho que ainda não havia raciocinando que realmente estava acontecendo. Resolvi me deitar na pedra e ela também se deitou de lado, a superfície estava quente, mas não ligamos. Retirei o sutiã e ela começou a chupar todo o meu peito, enquanto eu esfregava meu clitóris por cima do short, que estava já bem sensível. Começou a ir descendo me beijando, fiquei toda babada, tirou o resto de roupa que me sobrava e começou a beijar a parte interior das minhas coxas, depois a lamber minha virilha, chegando no clitóris. Quase morri de tanto tesão, em determinado momento do oral resolvi pedir para parar e tentar segurar o meu orgasmo para começar a retirar sua roupa, todavia não deixou, estava completamente sendo dona da situação.

Me levou até uma árvore e praticamente me encurralou. Virei de costas, entendendo o que queria, tirou seu short, abriu minhas pernas e começou a me enconchar, beijando meu ouvido e costas. Começou a brincar com meu clitóris e enfiar um dedo dentro de mim. Eu estava entregue, deixando encharcar toda sua mão com o meu gozo.

Precisava participar também, então a beijei sem me enojar com o gosto diferente na boca depois do oral. Saí da árvore e a empurrei para lá, coloquei sua calcinha para o lado e senti, colocando minha mão, que estava molhada quase como a mim. Comecei enfiando um dedo, depois coloquei dois, ela ficou rebolando e gemendo enquanto segurava um dos seus seios. Coloquei a palma da mão no seu clitóris e deixei que ela mesma controlasse os movimentos.

Depois de uns minutos, começou a ficar ofegante e me puxou arranhando minhas costas, acelerando mais os movimentos, aumentei o ritmo e a senti gozar freneticamente. Após nós duas nos satisfazermos, retiramos o resto de nossas roupas e começamos a nadar juntas, totalmente nuas, já que ainda nem tínhamos aproveitado aquelas águas paradisíacas.

Decidimos não contar o que tinha acontecido para ninguém, além dela me falar que já tinha feito com outras mulheres e não sabia mais sua orientação sexual. Até hoje nunca rolou uma segunda vez, comecei a me relacionar com um cara que pediu para fazer um novo livro a fim de nós realizarmos todas as minhas fantasias e as dele, ainda não fizemos menage à trois, mas, quando chegar a hora, já sei quem escolher para ser a terceira participante.

misteriosa-dos-contos

Relacionamento vampiro

18.11.14 Postado por Neguinha | Categoria: Canal Mete a Colher

Participem nos comentários! Enviem suas sugestões para [email protected] . E é claro, se inscreva no canal e não deixe de nos acompanhar no  FacebookTwitter e Instagram

1

“Traição mental”: descubra se isso existe e como pode impactar seu relacionamento

18.11.14 Postado por Neguinha | Categoria: E-mail do internauta

Será que fantasiar com outra pessoa também pode ser considerado traição?

“Quando eu me dei conta, no meio do sexo com meu namorado estava pensando no cara que havíamos conhecido no bar algumas horas antes”. Nossa leitora, Aline B., concordou em conceder uma entrevista contanto que fosse identificada com um nome fictício. Ela se refere ao dia em que saiu com o namorado para um bar, quando foi apresentada a um dos convidados dos amigos do casal. “Na hora que eu o vi achei bonito e, nas poucas palavras que trocamos, ele pareceu ser um cara legal também. Mas eu nunca imaginei que ele fosse ficar na minha memória depois. Eu não sei se isso indica traição, mas foi o que aconteceu”, contou.

1

“Traição mental” existe mesmo?

A ideia de pensar em uma terceira pessoa mesmo estando em relacionamento sério ainda parece ser um tabu para muita gente. Por isso o Divando falou com uma profissional para esclarecer mais esse assunto. Primeiramente, a psicóloga Carolina Macieira Lopes esclarece que o conceito de “normal” é relativo. Se para uma pessoa fantasiar com alguém que não seja o parceiro pode ser normal, para outra pode ser patológico. E isso tudo tem a ver com a maneira que ela aprendeu a se relacionar.

 

Sem a análise mais profunda do sujeito, não é possível determinar de o comportamento é normal ou patológico.

Sem a análise mais profunda do sujeito, não é possível determinar de o comportamento é normal ou patológico.

“O nosso pensamento é privado e, portanto, nos permite fantasiar e idealizar aquilo que quisermos. Esse ato para a psicologia é considerado saudável na medida em que o indivíduo consegue fazer uma separação entre a fantasia e a realidade”, explica Carolina Lopes. Segundo a psicóloga, é preciso esclarecer três eixos que podem explicar que função essa ação de fantasiar opera na pessoa, como mostrado a seguir:

1

continue lendo

Ele confessou para outra, mas pra mim diz que é mentira… e agora?!

18.11.14 Postado por Neguinha | Categoria: E-mail do internauta

1

Olá Neguinha e Môre, adoro vocês! Lendo o blog, senti vontade de contar a minha história. Pois bem, vamos lá.

Tenho 19 anos, e namoro há quase 6 anos. Há dois anos quando meu namorado começou a faculdade, ele estava meio estranho comigo, e eu estava com um péssimo pressentimento. Fui inventar de ver o face dele (sei que é errado e quem procura acha, não podia ser diferente) encontrei uma conversa de uma amiga dele, dando sermão nele e perguntando se ele tinha me traído com uma amiga dela e ele, bem ele AFIRMOU! Meu mundo caiu, conversamos e ele jurou que não tinha me traído, acreditei nele e perdoei. Fui levando a parte da desconfiança na barriga, só que agora isso está me remoendo. Todos os planos que eu tinha com ele foram despedaçados, pois não consigo me imaginar construindo uma família com ele, se não confio nele. Já falamos sobre a suposta traição e ele continua dizendo que não me traiu, mas não sei se consigo acreditar. Nossa vida sexual não está lá aquela coisa, ele pode sair com os amigos e eu não posso falar nada, agora se for ao contrário tenho que aguentar cara feia.  Queria sei lá, um conselho de vocês.
Desde já agradeço a atenção, beijão :)

Amiga, esse papo de que não traiu... não colou aqui comigo. Com certeza ele deve ter dado uns pegas na garota, confessou para a outra e agora inventou qualquer papinho de que tinha falado aquilo por que a outra queria algo com ele e ele não! Acertei?! Olha só, como a confiança já foi quebrada a um ponto onde você não consegue sequer sentir firmeza nos planos para o futuro... acho que você não deve nem dar continuidade ao relacionamento, pois sempre que tiver oportunidades você vai jogar isso na cara dele como se fosse uma verdade universal e ele vai continuar negando... daí quem vai sofrer mais com a angústia é você! Sei lá, se dedique a alguém em quem possa confiar de olhos fechados, não prolongue o sofrimento!

Coitado do cara... de verdade, você acha que ele saberia mentir diante de uma "prova" tão clara?! Óbvio que não, né! E sabe por que ele negou? Por que não é mentira... sim, existem homens que não sabem dizer não a uma mulher e usam esses artifícios para afastar outras, uma mentira boa... Dê valor ao namorado que tem e pare de bobeiras!

Eu...

Loading ... Loading ...

Nosso encontrinho no evento “Chefs nos Eixos”

17.11.14 Postado por Neguinha | Categoria: Canal Mete a Colher

Participem nos comentários! Enviem suas sugestões para [email protected] . E é claro, se inscreva no canal e não deixe de nos acompanhar no  FacebookTwitter e Instagram

1

A volta dos que não foram…

13.11.14 Postado por Neguinha | Categoria: E-mail do internauta

1

Olá, lendo o blog e assistindo aos vídeos, senti vontade de contar a minha história, que é bem TWD, the walking dead, haha!
Namorei 6 anos com um camarada, e um belo dia recebi um sms, de que ele estava me traindo. Era verdade. Ele pediu perdão, e voltamos. Aí, durante UM ANO, ele se relacionou com ela e comigo,sim, um ano. Desculpas de horários, e tudo que todos imaginam. Terminei quando eu percebi que não tava legal ( sim, só tive comprovação depois que eles estavam sim juntos). Passados DOIS ANOS, eis que agora ele ressurge, como um zumbi, dizendo que está se tratando com psicólogo, e que precisa fazer uns exercícios comigo, uma espécie de “tarefa de casa “,haha, que eu sou a pessoa que preciso perdoar, e que ele quer mostrar que mudou. E que eu sou a mulher da vida dele, e que ele precisa do meu perdão. Porque desde então  não nos falamos.

E aí, como proceder!? Ajudar o pobre zumbi, ou dar Block e Fodas?

Ah nem! Só sendo muito sonsa pra acreditar nesse papo! Mas ainda bem que você já começou a se tocar disso, né?! Isso que ele tem chama "cara de pau" e não tem cura! No minimo o cara levou um pé na bunda da outra ou se tocou da cagada que fez... mas foda-se, pois levou dois longos anos para tentar reparar a idiotoce! Agora que você tá bem, deve manter o mesmo clima... nada de trazer fantasmas do passado para o presente! Por favor!

Porra! Quando um homem resolve procurar ajuda de um profissional para consertar erros do passado... é isso que ele recebe de vocês mulheres, né?! Melhor seria se ele continuasse no erro e agindo de forma arrogante ao invés de se humilhar ao voltar 2 anos atrás de seu erro. Esse tipo de atitude mostra em que nível as mulheres estão nos dias de hoje... Amélia é que era mulher de verdade!

Eu...

Loading ... Loading ...

Sexo de Reconciliação

12.11.14 Postado por Neguinha | Categoria: Contos, Misteriosa dos contos

1

E assim como todo relacionamento, tivemos nossa primeira briga. Pois é, gostaria de dizer que fizemos as pazes depois dos 5 minutos em silêncio, mas não, decidiu dormir no seu apartamento. Fiquei acordada a noite toda, com todo arrependimento de não tê-lo pedido para ficar e fazer o que tínhamos planejado para aquela madrugada, o que me levou a lembrar de todos nossos momentos, bons e ruins, até mesmo aquelas piadas infames que algum de nós soltava às vezes.
Acho que quando a pessoa amada vai embora começamos separar o que foi sexo ou resultado do sentimento, mas com ele não consegui distinguir. Toda sacanagem que fizemos se tornava fofa mentalmente, até quando me chamava de puta e dava aqueles tapas fortes no meu rosto durante toda a orgia.

Dormi talvez por uma hora e, combinando com todo o tesão das lembranças, tive um sonho erótico. Acordei tão molhada que já estava praticamente jogando no lixo meu orgulho, lembrando que estava certa no assunto discutido, porém disposta a esquecer para ter a metida que tanto desejava. Pensei em ligar para algum “amigo” ou ver algum pornô e me satisfazer, mas era ele que eu queria, era para o pau dele que meu pensamento se voltava.

O sofrimento durou até o anoitecer, principalmente quando minhas amigas começaram a falar sobre como é maravilhoso um sexo de reconciliação. De todas nossas experiências, não conhecíamos essa. Talvez estivesse na hora. Decidi parar de joguinhos e ir pedir desculpas, não com uma ligação ou mensagem, e sim pessoalmente, para ir direto ao resultado. Com toda certeza ele também estava sentindo falta.

Estacionei no primeiro lugar que encontrei e corri para o elevador. Ao chegar na porta do apartamento, senti um pouco de anseio, contudo já era tarde para desistir ou pensar demais. Bati mais forte do que pretendia e ele não demorou muito para abrir, estava apenas de samba canção, ainda com cabelos molhados do provavelmente banho que tinha tomado para dormir. Cruzou os braços e indagou se eu havia entendido o seu ponto de vista. Não havia (e até hoje não entendo), porém o tesão e saudade me fez dizer sim, na verdade, saiu um “claro que sim, fui totalmente estúpida”.

Somos tão iguais que já imaginava que se fingiria de difícil, citando tudo o que tinha falado na noite anterior. Infelizmente ou felizmente, não consegui prestar atenção, só reparava nas sardas do seu peito, que me levaram a descer com o olhar, percebendo como o caminho de pêlos no seu abdômen era tão perfeito, então cheguei ao calção e notei o volume. Ha! Ele também queria!

Enquanto continuava falando palavras que entravam em por um ouvido e saiam pelo outro, dei um basta quase gritando: “Me come!”. Sem esperar alguma resposta, me joguei em cima dele, que fechou a porta enquanto me beijava. Depois disso, me colocou em seu colo, praticamente me tacando na parede. Nosso sexo de reconciliação não seria romântico como o imaginado, seria do nosso jeito: um pouco mais sacana.

Tentou tirar minha blusa, mas não, antes eu queria matar a saudade do seu membro que já estava bem erguido. Desci sua única peça de roupa e caí de boca, enquanto massageava suas bolas com as mãos, escutava seu gemido meio tímido por conta dos vizinhos. Colocou a camisinha enquanto minhas mãos iam para seus joelhos porque minha boca ocupou o lugar onde estavam anteriormente.

Já ensopada, havia chegado a vez dele vir matar a saudade. Deitei na cama, ajudando-o abrir os últimos botões da blusa, também retirando meu sutiã. Foi diretamente para o pescoço, o que soou estranho, mas explicou quando disse que queria sentir meu perfume. Desceu para os mamilos, sabendo que sou totalmente sensível nessa área, caprichou nos chupões. Em seguida, foi direto a minha buceta, que esperava calmamente sua vez, a conhecia tão bem que não precisei dizer nada para guiá-lo, apenas gemer, gemer e gemer, resultando em um orgasmo bem ali. Ele ama saber que me satisfaz assim, sempre solta um riso safado.

Por fim, me colocou de quatro, puxando meus cabelos, com metidas rápidas e fortes. Fiquei ainda mais excitada com o barulho e suas bolas batendo. Trocamos de posição, fiquei de lado e completando as metidas masturbando meu clitóris. Percebi que começou a diminuir na velocidade e que iria gozar, então parei de segurar e tive o segundo orgasmo. Todo aquele prazer juntamente ao alívio do tesão que estava preso foi indescritível. Até que me abraçou dando arranhões leves com suas unhas pequenas, sinal que os dois chegaram onde queriam.

Depois da foda, continuamos ofegantes e dando risada, analisando tudo o que havia acontecido. Ao nos acalmarmos, comecei a acariciar seus pêlos do peito e disse: “Na próxima, é sua vez de vir atrás”. Riu e brincou que iria se todas as vezes seguintes fossem do mesmo jeito.

misteriosa-dos-contos

Quem disse que a pornografia não deveria ser organizada?!

11.11.14 Postado por Neguinha | Categoria: Dicas, Publieditorial

Genteee… vocês não vão acreditar o que eu acabei de descobrir! É um serviço que vai poupar tempo e a paciência de muitos de vocês… inclusive de nós mulheres, depois desse descoberta nem preciso mais do Môre para me auxiliar na busca do porno perfeito! kkkkkkk Eu tô falando do The Porn Dude, um agregador de sites pornos! Apesar do site ser em inglês… a forma como ele é apresentado ao usuário é muito simples e fácil, uma super mão na roda – ou na priquita!

1

Eu já apanhei horrores na hora em que me dava vontade de assistir um filme porno, pois sempre fiquei perdida em meio a tantas opções oferecidas em sites de busca e geralmente quebrava a cara, pois os sites ou eram pagos ou eram daqueles em que eu clicava e só ficava pulando de site em site… até que desistia de assistir!

Com o auxílio do The Porn Dude eu consigo ir direto ao fetiche desejado e aos melhores sites do segmento! Isso, pois ranking das listas são elaboradas através da avaliação feita por outras pessoas que nada tem haver com o agregador, listando os melhores sites de determinadas categorias! Ou seja, se você quiser acessar um site recheado de morenões sarados… o The Porn Dude  vai te sugerir o site MyFreeBlack e outros dos melhores sites dessa categoria!

1
Ou se preferir sites de relacionamento, terá uma lista com os melhores, como o site “Sexy” ou AdultHookups. Enfim, deixe que o The Porn Dude faça o serviço chato para você e aproveite o tempo ganho para gozar bastante, e é claro, chame seu parceiro e apreciem juntos essa maravilha! ihhihihih

 

Para acessar o The Porn Dude é só clicar aqui e aproveitar o que há de melhor na pornografia!

Basta de violência aos gays!

11.11.14 Postado por Neguinha | Categoria: Dicas, Felipe Batista

1

Gostaria de questioná-lo, qual é a orientação sexual dos seus amigos?! O que muda se ele é gay ou não? Será que isso pode abalar a amizade de vocês? Já parou pra pensar, qual será o motivo que ele não se assumiu a você? Será que ele já passou da fase da aceitação da sua orientação e a vê com naturalidade, pois no processo de descoberta, tudo é muito confuso.

Até eu mesmo, que sou super bem resolvido, acho um pouco desnecessário contar isso a qualquer um. São raros aqueles  que conseguem conversar sobre o assunto com naturalidade. Às vezes, a pessoa não quer ser  indelicada nem ofensiva, mas acaba sendo com certas perguntas ou comentários:

- por que você decidiu virar gay?! Homens não prestam.

-você só é gay porque nunca pegou uma mulher que sabe fazer o trem direito.

-Nossa! você é gay?? Você tem vontade de ser mulher?! Onde os seus pais erraram na sua criação?! Você dará essa vergonha a eles.

-Ser gay é coisa do demônio, o  cristianismo abomina o homossexualismo. Sua alma deve estar comprometida, se você não fazer algo o mais rápido possível, será tarde demais.

Já que muitos condenam a homossexualidade pelo cristianismo, colocá-lo-ei na pauta da conversa. Do mesmo modo que a homossexualidade é considerada um pecado, vários outros atos também são, por exemplo: fornicação ( sexo antes do casamento); sem o propósito da reprodução. Portanto, sexo oral e anal também são pecados. Casais que vivem juntos, mas não são casados no religioso, pecam também. Se eu for falar dos dez mandamentos( amar a Deus sobre todas as coisas, não praticar o adultério, honrar pai e mãe, não desejar o que é do próximo…)e dos pecados capitais( irá, gula, preguiça, luxúria, avareza, inveja e  orgulho). Será que alguém tem moral pra falar que não peca? Quem é aquele que não tem teto de vidro? Só pra relembrá-lo, todos nós não passamos de pecadores. Consequentemente, você que gosta de justificar a sua homofobia com o cristianismo. Estamos todos na mesma canoa furada. Você não é melhor que eu, pois o mesmo Deus que me julgará por esse pecado, te julgará por outros.

Muitos crucificam a homossexualidade, pois acreditam que ela é opção, não orientação. Em todo texto eu bato na mesma tecla, a homossexualidade é uma condição, pelo fato que certas pessoas nascem assim. O que pode ser feito? No mínimo é o respeito. Bom, acredito fortemente que se fosse só escolha, todos escolheriam ser héteros. Quais são as vantagens de ser minoria, sofre preconceito, não poder expor a sua orientação nas ruas, não ter diretos, ser julgado e xingado na rua e muitos vezes até agredido? Será que vocês acham que ser gay é tão glamoroso assim ou que certo de dia verão nós decididos ser gay como decidimos comprar um camisa?

Como sempre digo, homossexualidade é natural, pessoas nascem assim, independente de raça, cor, condição sócio econômica. A homossexualidade é tão natural que é encontrado até entre os animais. Baseado em Hamilton, autor da publicação “Journal of animal behaviour”, pesquisas mostram varias espécies de invertebrados, vertebrados, répteis, pássaros e mamíferos com tendências homossexuais.

Não é muito astuto declarar a orientação sexual por aí, nem carregar certas características gays nas costas, pois muitos pagam um preço muito caro. Virou algo até rotineiro, escutar relatos de agressões a comunidade LGBT. Há histórias que terminam em agressão física, linchamento ou morte. Muitos deles a pessoa nem declarou a sua orientação, mas por ter certas características, foram agredidos. Não consigo entender as razões, as quais levam uma pessoa a ser agredido na rua, pela possibilidade de ser gay.

Você deve pensar que isso é exagero, mas pelo contrário, em relação a dados: 44% desses relatos no Brasil acabam em morte. Segundo as agências internacionais, O Brasil é o país campeão mundial de crimes homo-transfóbicos, 40% dos assassinados da comunidade LGBT ano passado ocorreram aqui. (Isso é um fato pelo qual tenho vergonha de ser Brasileiro). Já deu pra perceber, como é muito mais cômodo permanecer no armário, do que sair dele e enfrentar uma sociedade tão machista e preconceituosa, sem contar do risco de morte.

De acordo com o relatório da secretaria dos direitos humanos, Em 2012, houve 9.892 casos de agressões contra lésbicas, gays, bissexuais, travestis e transexuais.  Entre as vitimas 71% são gays que com a idade de 15 a 29 anos. Aproximadamente, 4 mil pessoas foram mortas e apenas 310 desses homicídios foram noticiados pela empresa.

Fico a me perguntar quantos mais precisam ser agredidos ou mortos para ser tomada alguma providência? A próxima vitima pode ser eu, meu namorado, meus vizinhos, conhecidos ou amigos ou pessoas que vocês conhecem. Quem está salvo dessa violência? O que me deixa mais triste é que homofobia ainda não é crime. Já deu pra perceber que a situação aqui não está favorável e dependemos de ajuda das organizações internacionais: Comissão interamericana de direitos humanos e organização das nações unidas.

Ufa! Determino esse texto de alma lavada, pois falei tudo o que sempre o quis dizer, mas nunca tive oportunidade. Se você gostou do texto, peço a que você compartilhe-o nas redes sociais, como forma de protesto, quem sabe não consegui fazer com que homofóbicos mudem de opinião.

felipe-batista